Páginas

19 de mai de 2012

MORTO ACORDA E FUNERAL VIRA FESTA-



DEFUNTO CAI NA DANÇA

Tudo aconteceu numa cidade do sudeste do Egito.
O garçon Hamdi Hafez Al-Nubi, 28 anos que estava sendo velado acordou 5 minutos antes da solenidade do enterro começar.
O caso não foi um milagre ou uma ressurreição e sim um engano.
Funcionários de um hospital local haviam declarado o falecimento de Hamdi, depois que ele sofreu um ataque cardíaco enquanto trabalhava.
Quando estava sendo preparado o enterro, um médico observou que o corpo estava com temperatura elevada e resolveu avaliar seus sinais vitais, descobrindo que o finado, estava mais vivo do que nunca.
A médica reanimou Handi e, depois, sua mãe desmaiou com a boa notícia. A ressurreição foi comemorada transformando o velório em uma grande festa. A tristeza vira alegria. E, o defunto vai ao banheiro e volta animado. Ainda com a mortalha entra na dança até o sol raiar.

9 de mai de 2012

CAI HELICÓPTERO DA PC COM ASSASSINO CONFESSO



MAIS MORTES JUSTIFICANDO CHACINA


         Quando caiu, o helicóptero girava sobre o próprio eixo 


                                                                                    
O helicóptero da Polícia Civil que transportava o assassino confesso da chacina de sete pessoas em Doverlândia, Goiás, caiu na tarde desta terça-feira, 8. Oito pessoas morreram na tragédia, incluindo os delegados Jorge Moreira e Antônio Gonçalves, de Goiânia, Vinicius Batista da Silva, de Iporá, Elias Carrasco que era comandante da aeronave, e o piloto Bruno Carneiro. Mais dois presos, envolvidos na chacina, estavam a bordo. Um deles era Aparecido Souza Alves, acusado de matar sete pessoas. O nome do outro preso não foi, ainda, divulgado.


De acordo com informações oficiais da Policia  Civil, o helicóptero Koala AW 119K (prefixo PP-CGO), fabricado pela norte-americana Augusta Westland, caiu por volta das 16h30, no interior de uma fazenda no município de Piranhas, a 325 quilômetros de Goiânia. Testemunhas disseram ter visto o helicóptero, girando sobre o próprio eixo antes de cair. O delegado da Polícia Civil, Diogo Rincon, de Piranhas, revelou que quando chegou ao local do acidente o helicóptero ainda estava com fumaça. A aeronave passou por revisão recentemente, e ainda não se sabe as causas do acidente.


A polícia realizava uma nova tentativa para desvendar a chacina. E, desta vez, a missão não contou com a delegada Adriana Accorsi, que lidera as investigações sobre a chacina.


Ela desistiu da viagem na noite de segunda-feira. Mesmo assim, sua equipe foi para a fazenda N.S. Aparecida, em Doverlândia, pela manhã. E, no momento do acidente, voltava para Goiânia.
Aparecido estaria em helicóptero da PC


De acordo com o Corpo de Bombeiros, em Goiânia, o local do acidente fica próximo à Fazenda Indaiá, em Piranhas, numa área de difícil acesso e distante cerca de 380 quilômetros da capital. A aeronave estaria dentro de uma área cercada por árvores.