Páginas

30 de mai de 2009

ViÚVA INCONFORMADA COM A MORTE DO ESPOSO CONVIVE COM O CADÁVER

 LEMBRANÇA INDELÉVEL

No Nordeste dos Estados Unidos, nos arredores de Colesville, perto da Pensilvânia morava um casal de médicos legistas.
Ali, conviveram maritalmente; o suficiente para manterem-se acesa uma paixão mútua e avassaladora.
Por volta de 1989, no mês de maio,quando a união completava uma década, Ane Lewis se surpreendeu pela fatalidade do mal súbito acometido pelo esposo John Martinês.A sua cara metade, não se foi em corpo e alma, mas apenas em alma, deixando a matéria em conservação, no mais completo sigilo pela não aceitação.
O cadáver do companheiro, era mantido intacto na banheira do seu quarto, onde era mergulhado em soluções antissépticas.Não era dada margens a qualquer suspeita que pudesse quebrar o sigilo do seu guardado; haja vista a descoberta só ser possível em fevereiro de 2008, depois de 19 anos sem o marido.
O episódio que gerou polêmica, debates e muito estudo, levou a viúva finalmente a exames de Psicanálise.
A conlusão médica do diagnóstico dos exames submetido foi taxativa em não constar nenhum sintoma resultante de anormalidade.Era paixão mesmo.

PADRE ASSUME NAMORO DIANTE DAS CÂMERAS

Padre Alberto Cutié era um religioso da igreja católica,reconhecido em Miami onde conduzia o seu rebanho com muita dedicação.

Até ser flagrado aos beijos, na praia, com a namorada e assumir ao vivo, o que ninguém esperava,não precisou mais explicações para defender a sua postura de pecador.

A partir dali, foi desencadeado verdadeiro escândalo nas páginas de fundo dos principais jornais.Foi um abalo no catolicismo. "Pano pra manga", assunto pra muitas gerações.
Sem saída,o mundano admitiu ter namorada, sim e dai? Deixou-se fotografar aos beijos, para uma famosa revista que certamente,vai bater record de edições.
O namoro assumido, superou até o culto religioso que exercia com dedicação.
Em alto e bom som, afirma aos interessados que mudou de religião. Diz que agora é Protestante.E dai?

29 de mai de 2009

PROFISSIONAL DA MÚSICA EM RITMO DE BAIXARIA

Famoso, responde processo na justiça- em ritmo de muita baixaria-. Fernando Luíz da Matta, 45 anos de vida e 30 de música; mais conhecido por DJ Malrboro, expoente do Funk carioca e reconhecido em todo o Brasil.
Acusado por uma família de Belo Horizonte de abusar sexualmente de G.,uma garotinha de apenas 4 aninhos, nega o tempo todo e justifica a origem da baderna como uma armação de fundo pretensioso cheirando a alta indenização.
Defende-se como vítima, negando qualquer envolvimento e contato próximos com a suposta vítima.
Depois de acusação de que teria fotografado relações sexuais com G, a polícia rastreou seus computadores, celulares,pendrives e outros. Na verdade não acharam nenhuma foto de criança. Ao contrário, o que haviam mesmo, eram muitas fotos de mulheres peladas.E a resposta dele, foi taxativa em assumir e justificar as imagens de nudez:
-Qual é o computador de um homem que não as tem?

28 de mai de 2009

IDA AO MOTEL ACABA EM PICADA DE ESCORPIÃO

Notícia oriunda de Janaúba dá conta de que uma simples ida ao Motel resultou em picada de escorpião.
Na expectativa de descanso pelo merecido 1º de maio, dia do trabalhador,um casal do vale do Gorutuba -que pediu para não ser identificado-,decidiu passar a noite no doce aconchego de um Motel da Região de Janaúba.A entrada que parecia triunfante, aconteceu por volta das 23h30 do dia 1º de maio. Como nem tudo são flores,o repouso que teria fim às 6 h da manhã, dia 2, não acabou por ali.
Tudo transcorria normalmente, enquanto a mulher não trocasse a camisola pela roupa comum.
Mas,qual não foi a surpresa ao vestir o traje.
O que menos pudessem imaginar, aconteceu.Um escorpião à espreita já aguardava a pele da mulher para ser ferroada.
Ao posicionar a vestimenta na cabeça, não contava com o bicho peçonhento escondido dentro daquele pano. Com o seu ferrão o aracnídeo ataca o dedo da mão direita da moça, onde também destila o seu veneno.

Dai, o que era sossego virou alarido.O fato foi levado ao conhecimento do gerente da casa por volta das 8 h implicando a chegada da polícia que deu lugar, é claro,a entrada no Pronto Socorro.
Muitos dos gorutubanos que souberam, deram com as línguas nos dentes:"Isso só pode é ser coisa mandada da parte da outra".

27 de mai de 2009

NOTÍCIAS QUE MAIS CAUSARAM ARREPIO


AQUI,NO ESPAÇO "EXTRA"-É ONDE O ASSUNTO CONTA EM RESUMO,O QUE É DESTAQUE NO MUNDO

ACIDENTE COM O AVIÃO NA BAHIA

O avião era de pequeno porte, prefixo PR-MOZ- de propridade de Roger Wright que também morreu no acidente depois de forte explosão, ao lado de toda a família.Tudo aconteceu na chegada ao destino,quando a aeronave que saíu de São Paulo, já ia pousar no aeroporto da região de Porto Seguro, no Sul da Bahia. Era perto das 21 h.,na noite de sexta-feira,dia 22.
O piloto Jorge Lang Filho, 56 anos,era considerado muito experiente pelos colegas; a aeronave havia acabado de passar pela inspeção anual de manutenção.
Todos aguardam com expectativa as causas ainda ignoradas; que estão entre:excesso de passageiros,(a tolerância apontava 14, sendo 11 o máximo permitido).Teria se chocado contra a pista? Houve falha na iluminação do pouso? Tudo isso não passa de especulações; a ajuda da caixa-preta que segue para Recife vai contribuir em muito para tais revelações.
Apurada a razão do ocorrido,vai servir apenas de alerta, experiência para todos, nada mais. E à família das vítimas, que ficaram, resta apenas contentar, com a fatalidade irreversível.

HÁ QUEM BEBA URINA?

Sim, há. Os astronautas da Estação Espacial Internacional (ISS) brindaram à saúde bebendo pela primeira vez urina reciclada a bordo do ISS, anunciou a Nasa. A àgua foi purificada pelo novo sistema de reciclagem da estação.O processo era essencial para duplicar a capacidade de hospedagem da ISS,que chegará a seis ocupantes permanentes. A máquina, que custa a bagatela de U$250 milhões, permite reciclar 6 à 8toneladas de água potável por ano.
Haja sede para encarar!

COMUNISTAS POBRES NA IMINÊNCIA DE SEREM DESPEJADOS


Os imponentes comunistas de antigamente, hoje,tendo referência em Minas Gerais, passsam por um momento cruciante de extrema pobreza.Estão endividados até o último fio de cabelo.
O telefone vermelho (a cor do socialismo), não toca por falta de pagamento das contas e, nem existe mais o ouro vindo de Moscou para rechear seus cofres.
A qualquer momento podem ser despejados das duas sedes que habitam em Belo Horizonte.
O fim da gestão do prefeito Fernando Pimentel (PT)que os apoiavam à época, pesou na quebradeira do PCdoB partido também dos comunistas. Depois foram exonerados 45 membros dos cargos na prefeitura da capital.
Ficaram sem moral e sem dinheiro para contribuir com a legenda da foice e do martelo.
Foram contra quem os alimentavam -na tentativa de acertarem-, com recursos oriundos de indicações à máquina comunista. Depois disso,novas derrotas foram suscedendo, culminando em enfraquecimento do partido, dando lugar a paupérrimos comunistas!
Quem os viu, quem os vê.

PARCERIA CRIMINAL ENTRE MÃE E FILHA TRAFICANTES

Duas mulheres, mãe e filha foram presas, na madrugada de ontem,suspeitas de tráfico de drogas.Identificadas como Fátima Virgínia de Oliveira Silva, 53 anos, e Viviane virgínia Silva,31 anos,de acordo com a polícia elas foram surpreendidas na rua Major Barbosa, em frente ao número 256, no Bairro Santa Efigênia, na região Leste de Belo Horizonte, quando estariam transportando, no banco traseiro do veículo que ocupavam, cerca de 2 quilos de maconha em tabletes, que seriam vendidos para usuários. As duas foram conduzidas para a Delegacia seccional sul.
O desemprego chegou a tanto?

MULHER BARBUDA EM ESTUDO

Identificado por cientistas chineses o problema genético que está na origem da síndrome da "mulher barbuda", cujas vítimas foram consideradas monstros,chegaram, um dia, a ser expostas em feiras. A doença chama-se "hipertricosis universal congênita terminal" (CGHT), um desequilíbrio hormonal caracterizado pelo grande desenvolvimento do cabelo e do pelo do corpo, além de uma deformação do rosto e das gengivas.

NOTÍCIA QUENTE DA GELADINHA

Tudo transcorreria normalmente; as garrafas de cerveja barata continuariam sendo comercializadas ao preço das marcas caras não fosse a denúncia anônima recebida pela polícia.
Na vila Prodecom em Montes Claros-Mg era onde a fábrica clandestina se situava. Cascos do líquido caro, eram enchidos com a qualidade inferior e falsificados com tampinhas e rótulos da Skol e da Brahma.
Depois do ajeito, o produto era levado para o depósito do disque-cerveja no Bairro Santos Reis,pronto a ser comercializado com margem de lucro exorbitante.

Sabe lá com quais condições de higiene era adulterado o manípulo no fundo daquele quintal?

FORMATURAS DE ARAQUE

A Sindicância que o tribunal de Contas do Estado (TCE) vai realizar para verificar quantos e quais servidores utilizaram diplomas falsos e falsificados para ingressar ou progredir no serviço público, poderá ser estendida aos Poderes Executivo, Judiciário, Legislativo e Ministério Público.
A utilização de diploma simulado e, falso, obtido em faculdades em cinco dias, com apenas 30 horas de aula, nos fins de semana,é uma fraude contra o interesse público principalmente do ponto de vista da competência e da concorrência.Disse o Secretário Adelmo Russeim doST.
Isso vem também de encontro a quem luta para conseguir um diploma, enquanto esses falsários como num passe de mágica aparecem licenciados sem nenhum critério ou conhecimento do curso que, procurando prova para sua farsa, afirmam de pés juntos que foram graduados.

CASAMENTO ESQUISITO


Não se sabe se para quebrar o tabu da assombração ou por procedimentos paranóicos.O certo é que o casal Gene Kincheloe de 66anos e Mozelle Wles-Kincheloe, de 72 se casaram em uma funerária em win Falls, Idhao, exatamente no Valentin's Day, o dia dos namorados nos Estados unidos.
Gene e Mozelle se conheceram quando participavam de um grupo de ajuda a viúvos na funerária de Parke's magic Valley. Os dois haviam perdido havia pouco tempo os companheiros e buscavam conforto e ajuda psicólogicas em encontros semanais. Conseguiram bem mais.
"Uma funerária não precisa ser um lugar triste,também pode ser um lugar de prazer,disse Mozelle.
Para a lua- de- mel,o casal planeja sair de viagem em um trailer.
Será que os enterros serão em uma casa de festa?
Se a moda pega...

TRÁFICO DE DROGAS PELAS VIAS INTESTINAIS

Caso recente chamou atenção do mundo inteiro.É a modalidade mais nova de traficar drogas com segurança segundo aqueles que pensam subestimar ao Serviço de Inteligência da polícia.
A exemplo disso, dois homens foram presos no Aeroporto de Confins com mais de de dois quilos de cocaína pura no intestino. A droga que seria levada para Madrid,na espanha,onde cada um receberia 5 mil euros pelo transporte, era acondicionada em cerca de 200 invólucros, que pesavam 12 e 20 gramas.
Alfred B. Kamara,33 anos, de Serra Leoa e Olegna Sanogo, 41 anos natural de república de Mali, foram detidos;- a ordem era judicial, sem escapatória, indiferente de eles se encontrarem com prisão de ventre ou qualquer outra indisposição-, na noite de sábado 16 do corrente mês,quando tentavam embarcar para lisboa, num voo direto da TAP. Dali mesmo deram meia- volta e foram presos. Um dia depois, foram levados ao HPS, para expelir a droga com ajuda de lavagens intestinais.
Todo um aparato policial e digestivo se acotovelaram na porta de banheiro do hospital.Nunca um recinto dessa natureza foi alvo de tanta expectativa!

EM DEFESA DA MULHER

Presume-se que em 6 meses será implantado em Montes Claros-MG o juizado de violência doméstica e familiar, uma substituição à Delegacia da mulher.
Psicólogos, Assistentes sociais, Promotor e juízes, farão parte do SIM (Sistema integrado da mulher).
Enquanto isso,sabe-se que há comprovantes que apontam como grandes vilões da violência à mulher; as drogas e bebidas etílicas; sem as quais, muita paz haveria de reinar.

MICHAEL JACKSON


O cantor Michael Jackson estaria lutando em segredo contra um câncer de pele.Preocupado em princípio, mas finalmente tranquilo com a perspectiva de cura garantida pelos médicos.
O cantor, meio esquisito que já vivia escondendo o rosto,agora com essa esperançosa notícia, dobra os cuidados conforme foi visto entrando numa clínica dermatológica em Beverly Hills.
Traumatizado pelo sol,ele se protegia todo contra os raios ultra-violetas, até na sombra, com máscara, gorro,capa preta e de tudo mais que tem a ver com proteção.

SOM DO VIZINHO PROVOCA FINAL INFELIZ

Aconteceu em Coronel Pires, no Município de Conselheiro Dantas, no Maranhão.
Justino José Miranda trabalhava como promotor de vendas. No dia 13 último,a esposa Gisele A. dantas que aguardava todas as tardes pela sua chegada do serviço,foi encontrada por ele com uma forte dor e cabeça.
Desesperado, José, procurando uma causa para aquele mal,culpa o som estridente que naquele momento vinha da casa do vizinho.Não era essa a primeira vez que o abuso se repetia.Outras reclamações em conjunto com a vizinhança, já tinham sido feitas.Pedidos insistentes, denúncias, enfim,sem mais esperança. Só que desta vez, ele não quis incomodar os companheiros do infortúnio.
Cansado do desrespeito, O homem não pensou duas vezes.Pega uma arma e vai até a casa do responsável pelo barulho.
A casa estava cheia de amigos.Era uma comemoração de aniversário.Ele se dirige até o local onde estava o som que julgava o grande causador do mal-estar da companheira. Transtornado pelos nervos,dispara 2 tiros no CD que ali rodava.
Um pânico foi desencadeado naquela casa onde gerou muita correria, gritos e desespero.
Justino, não parou por ai.Insatisfeito,mesmo depois de interromper a música,volta-se para o dono da casa que naquele momento estava tentando reunir e recuperar os convidados na tentativa de contornar a situação.O atirador ainda exaltado, não conformado com o passado de tantos desaforos quer tirar a limpo o atraso.Aponta a arma para a cabeça do anfitrião e dispara uma, duas, três e quatro vezes.
Foi quando apareceu à porta um filho do vitimado que, em represália à violência contra o pai, atira à queima roupa,no homem, derrubando-o com dois tiros pelas costas.

Final trágico de festa; o saldo de tudo isso foi dois corpos estirados ao chão e a chegada da polícia.
O que é que uma pirraça não faz?

VÍDEO PORNÔ

Notícia vinda de Santarém, interior da Paraíba,dá conta de que o Pe.Duarte,está aparecendo na net em 3 vídeos de orgia sexual postado num blog.O pároca disse em rede nacional que foi vítima de armação e ainda não sabe a quem atribuir a maldade.Assaltado no aeroporto Santos Dumont(Rio de Janeiro),tivera seus pertences roubados; dentre os quais, se incluía seu notebook onde continha suas fotos pessoais que foram usadas em montagens e poses comprometedoras, mostradas na internet.Denuncia o religioso.
Registrou queixa na Superintendência da Polícia Federal para que pudesse reaver os seus pertences. Asseverou finalmente, que,não é homossexual, como o similaram.

JALECO OU GUARDA-PÓ

Notícia oportuna, procedente do "Fantástico" da rede Globo,do dia 17-05-09 dá conta de alerta sobre desacostumados profissionais e estudantes da área de saúde que vivem mais de jalecos brancos do que quaisquer outras roupas, são os maiores portadores de bactérias, levando infecções hospitalares para onde querem que vão assim vestidos.
Sem contar com os variados tipos de micro-organismos que carregam para suas residências e até mesmo para bares onde tal vestimenta deveria ser proibida.
É um contra-senso para quem ninguém melhor do que eles conhecem os micróbios e sabem muito bem da gravidade do próprio hábito. E, na falta de costume, com o jaleco ou guarda-pó; em atividade ou não; podem estar literalmente guardando pó para contaminar outras freguesias.

GRIPE SUÍNA OU INFLUENZA


Em torno da gripe influenza ou suína, há muita especulação.Em resumo, sabemos que a patologia é viral. Trata-se de complicação respiratória causada pelo virus A(H1N1)em mutação que se transmite de pessoa à pessoa, principalmente pela tosse, espirro ou secreções respiratórias de infectados, procedentes de áreas afetadas, evidentemente.

GAMBÁS

Absolvido em 2007, agora novamente o Governador do Amapá (PDT/AP)Antônio Walderez Góes foi liberado na justiça pelos ministros, que, por unanimidade rejeitaram à cassação.
Mesmo sabendo tais defensores que foi usada amplamente a máquina estadual nas campanhas que o elegeram em 2006 e outras falcatruas,todos se aliaram ao corrupto
(Um gambá cheira o outro).

DEPUTADO VOADOR


Acidente acontecido em Curitiba - PR, mostra que para os parlamentares os roubos já não se limitam mais aos cofres públicos; agora, igualmente, até as vidas não mais, estão sendo poupadas.Com direito a imunidade também? Isso, é o que vamos saber nos próximos dias.
O Dep.Fernando Ribas Carli Filho (PSB)dirigia leve e solto depois de perder a carteira de habilitação com 130 pontos e 23 multas por todo o tipo de infração inclusive excesso de velocidade.O reincidente com 200 km/h no painel, só foi possível frear, graças a desgraça de dois estudantes de quem foi preciso tirar-lhes à vida para poupar a sua.Pois, fez do carro das vítimas barreira para não prosseguir no voo desgovernado e destino ignorado.

FOI BUSCAR LÃ E SAIU TOSQUIADO

Na madrugada de sábado do dia 9, Jean Mendes 24-foi dar uma dos "três porquinhos" e  saiu tosquiado. Pé-ante-pé não viu ninguém que pudesse inibir o seu intento,naquelas imediações.
Vencido pela vontade de apropriar do alheio,subiu até o topo da chaminé de um restaurante da BR-144- E, zás...Foi descendo no espaço apertado, na expectativa de adentrar facilmente naquele comércio.Só que a intenção não era de ser assado.Quando sentiu o calor da brasa nos pés, aprontou o maior auê pedindo por socorro e, não teve como não se entregar aos policiais.
É preferível cru na cadeia do que assado no cemitério.
A polícia sem compaixão, levou o gatuno mesmo com o pé queimado.

O OLHO DA RUA

A mesma bruxa que andou solta em afastamentos coletivos de pais de família, dos seus devidos empregos, voltou a ameaçar.
Desta vez, o VALE (Companhia de mineração), maior empregadora no setor de Minas Gerais.Pelo que tudo indica Pelo que tudo indica,tem algo previsto no ar como um anúncio que já foi antecipado.Já mandaram aviso a quem interessar possa, dizendo que não vão renovar as próximas contratações vencidas em 31 de maio.
Para um entendedor, meia palavra basta!!!
E, o meio da rua também já não é bastante?

RACISMO?

O IBGE divulgou levantamento do início de 2009 com a mostragem de que a taxa de desocupação dos negros é mais alta que a dos brancos. Outro agravante é que os negros ganham metade do recebido pelos brancos.Em tempo; há quanto tempo a escravidão foi abolida?

NÃO ERRE O NOME

Notícia da folha de Aracati-CE, informa sobre a saída de Suzane Richthofen da prisão. Só que é visível no contexto a repetição do nome da prisioneira muitas vezes sem citar o sobrenome, em momento algum.É verdade que a acusada hoje,se refere a qualquer uma como de fato a é, apesar de ser o prato cheio da mídia pela barbárie visível do seu caso.Mas, via de regra, a identificação é que alia o fato à pessoa.
Será que a omissão do sobrenome deve-se ao fato de o jornalista não saber escrever Richthofen?

SUZANE RICHTHOFEN II

Condenada a 39 anos e seis meses de reclusão, Richthofen recolhe a sua insignificância numa das selas da penitenciária feminina de Tremembé-SP.
Ali trabalhou 334 dias; cada três dias trabalhado equivale um dia cumprido de pena. Muita polêmica e contestações há em torno da maneira de como é contado os benefícios por ela prestado; só que, não se deveria misturar coisa com coisa. Pena é pena, indiferente da lei,serviço prestado é obrigação que todo condenado deveria arcar com o Estado.

LULA ESTÁ ERRADO?


"A redução do FPM presenteada por Lula,não é suficiente para compensar perdas e danos das prefeituras. Enquanto isso,Lula já aposta na resolução de problemas financeiros de outros paises como (Bolívia, Paraguai e Equador)".
Este é o resumo da iniciativa em forma de discurso onde a eloquência corajosa do Presidente da AMANS, Waldir Morais vociferou, durante a posse da sua nova diretoria, testemunhado ao vivo por Antônio Anastasia (vice-governador),prefeitos, Deputados estaduais e federais que nada opinaram; mas, os olhares contaram muito.

NEM TANTO NEM TÃO POUCO

Segundo a Secretaria Nacional de Defesa Civil,mais de 300 mil pessoas já deixaram suas casas e mais de 40 mortes já foram registradas em decorrência de enchentes a exemplo das regiões norte e nordeste. Ações emergenciais dão conta desse e do outro lado; ao contrário, é onde a sequidão castiga. A seca do sul por exemplo, pode acarretar além de outros probemas,falta de energia.

FUMO-I

Em são Paulo nova lei com previsão de vigorar em agosto é contra o vício do fumo.Apesar de maiores e "vacinados" na sua grande maioria, os praticantes não sofrerão imputação pelo ato em estabelecimento onde só o dono será responsável pelo controle.
Em caso de reincidência o local será fechado por até 30 dias. Antes, porém do fechamento serão implicadas alertas que oscilam com valores de multas cabeludas.

FUMO-II-

E o rigor promete ser gritante. A nova Lei antifumo em princípio restringe os tabagistas de São Paulo.Com a chegada do mês de agosto mais um desgosto pesa limitando a liberdade dos fumantes daquelas redondezas: são 4 atuações entre multas e impedimento de funcionar. O que é de esbelecimento lacrado e multado por indício torpe como bituca, cheiro...
No dizer do ditado popular "onde há fumaça há fogo"a fumaça literalmente a partir dali será suficiente para gerar fogo, no sentido de alastrar em proporções de alarde de denúncias que levem a acionar lei municipal do Estado paulista que, a partir de então vai servir de exemplo para outros Estados.

*QUEM QUER DINHEIRO?

Na rua Cel. Altino de Freitas, bem no coração de Montes Claros, MG- foi onde tudo aconteceu. Por volta das 18h 30min., J.G.B., um ladrão que assaltou num caixa eletrônico,apesar de menor,já era velho conhecido do juizado de menores. Perseguido pela polícia rodopiou para não soltar uma bolsa presa ao peito. Ao ser encurralado em cima de uma calçada; desesperou-se:ao tentar quebrar o cerco levou um tombo. Com a queda,não teve como não soltar a bendita bolsa recheada de dinheiro.Deixou cair um pacote de muitas notas de R$50,00 no asfalto que se espalharam facilmente pelos ares.(Para alegria dos transeuntes que assistiam a cena e que há muito não via dinheiro, foi um colírio para os olhos).Todos queriam ajudar. Trataram-se de arregaçar as mangas na tentativa de conter as cédulas; já que sòmente a polícia não estava dando conta depois que a ventania começou a dificultar aquele recolhimento; mas,a polícia conseguiu recuperar boa parte da dinheirama.Algumas notas, não se sabe como, em meio ao reboliço, desapareceram, com certeza.

CRIME DA INGLESINHA-I

O Brasileiro Mohammed D'Ali dos Santos, de 20 anos foi condenado pela justiça de Goiás, a 21 anos de reclusão pela morte e esquartejamento da adolescente británica Cara Marie Burke -17 anos. Os crimes de homicídio, destruição e ocultação de cadaver ocorreu em julho-2008 em Goiânia.
Levando-se em conta que foi julgado como se estivesse com efeito de drogas, não possuía antecedentes criminais e nem foi crime premeditado. Nos laudos técnicos argumentaram que o assassino seria doente mental, psicopata,tinha transtorno de personalidade social. Por todos esses requisitos na defesa,é que ele pegou apenas 21 anos de reclusão.
EX- DA INGLESINHA-II

PAIXÃO RECOLHIDA


O fato que há muito vem desdobrando, teve princípio, meio e ainda não teve fim na região de Uruçunga- SC.O casal Israel Fonseca e Matilde viveram felizes, sob o mesmo teto, durante 20 anos até que a morte a levasse e o deixasse sem acreditar naquela separação.O casal mantinha a mesma opinião de ferro desde o dia em que ambos se casaram e juraram fidelidade recíproca. Tudo foi cumprido perante a lei de Deus, até o dia daquela despedida em que Israel não se conformou e de lá prá cá vem alimentando uma espécie de fantasia para preencher a existência do vazio deixado pela amada.
Hoje, 17 de maio de 2009,dez anos sem a sua Matilde, Israel mantém em si a mesma chama acesa do amor intenso que por ela ainda nutre.
No leito,não desgarra do travesseiro que em seus braços mantém acesa à ilusão de estar sentindo o mesmo odor deixado na fronha por ela.É com ele, este objeto inanimado que dorme para aliviar a sua dor, sentindo a proximidade da amada num frenesi mais real do que quando em carne e osso a sentia. Não contente com o leito sobre o qual curte com veemencia aquela ilusão,vez por outra pega a sua manta e o travesseiro e assim, vai revezando as noites ali, na lápide; onde jaz a sua eterna finada.

SURURU EM HOSPITAL

Aconteceu em Ibirité perto de Andradita-MG.
Na tarde dessa terça -feira dia 12 maio, o trabalhador Marçal Quirino Gonzaga -45 foi levado ao hospital pela filha Maria Dalva Marçal-26 anos em razão de uma fratura toráxica e outras complicações.Depois de esperarem bastante e pacientemente o atendimento do médico por 50 minutos,o homem não resistiu aos ferimentos vindo a falecer no corredor do hospital.
Quando viu que não tinha nada mais a perder,a moça ficou revoltada e quís dar o troco àquela omissão.
Pegou um pedaço de viga que se encontrava no hall da entrada principal e saiu quebrando tudo que encontrava pela frente: A mesa da atendente,as portas de vidro, janelas e, depois partiu para cima das pessoas; foi quando entrou o médico que estava voltando do almoço e nem sabia o que estava acontecendo.Maria Dalva dirigiu-se a ele, em pânico,sem interessar saber quem era quem e,sem nada dizer aplicou-lhe com o objeto contundente,vários golpes certeiros na cabeça dando lugar a cortes profundos que, em consequência dos quais,muito sangue foi jorrado.
Com o desfecho desse intento, saiu a procura do outro alvo, a atendente.E não demorou muito para encontrá-la tremendo de medo nas imediações do banheiro.A garota não titubeou para vingar.Foi chegando e aplicando-lhe alguns chutes nas pernas da servidora.
O corpo do homem que não mais necessitava de cuidados urgentes, sem vida,foi levado para o IML daquela cidade.E a moça para o manicômio depois de ter sido confirmado seu estágio de loucura adquirida no momento de muita revolta somada a dor de ter perdido um ente querido por falta de atendimento.
Que sirva de exemplo para outros servidores porem suas " barbas de molho."

MÃE OU AVÓ?

Segundo consta do "Jornal Sunday Mirror", a empresária británica-66 anos- Elizabeth Adeney do Condado de Suffolk está grávida de 8 meses depois de ter passado por tratamento de fertilização in vitro.
Em entrevista, a comerciante que pretende ser mãe com a idade de avó, declarou que se sente mais jovem do que as suas funcionárias. Que bom?
Enquanto ela pensa assim, muitos acham que a gestação não lhe cai nada bem.
A propósito, a maioria das clínicas britânicas não oferece fertilização para mulheres acima de 50 anos.Isso significa que a gestante da 3ª idade quebrou a tradição, fazendo da regra a sua exceção como mulher grávida mais velha do mundo.
Mesmo com o aumento da expectativa de vida,não se pode apostar tanto no seu taco, tudo conspira contra a certeza da possibilidade de poder criar o seu rebento.
De qualquer forma,mais do que submeter ao ridículo ela pode estar escondendo a pretensão de figurar-nessa altura do campeonato-, no Guiness Book.

6 de mai de 2009

ARTIGOS <><><><><>ANITA GARDEN

GRANDE LUZ



Todos nós que tivemos oportunidade de conhecer Anita Garden, recordamos do seu passado memorável como alguém que celebrava a vida em todas as suas nuances; inovando experiências,concretizando sonhos, enfim.

A sua- Home Page-, no seu devido mérito trouxe-nos o conforto interior que, nem a leitura dos grandes livros da especialidade pode substituir. No meu acervo de contatos, a sua comunicação amiga, com cheiro de poesia, confere o recebimento da minha postagem, com entusiasmo como se, no seu espaço, não contivesse o supra-sumo da sua exclusividade.Nela, Com modéstia, insinuou em rápidas considerações que na magia da tela que trazia não continha as letras na essencialidade devida.Mas a verdade sempre dita é que ela pisou com segurança no chão da poesia.
Sem limites, no seu espaço, havia, de tudo um pouco onde soube absorver a fertilidade da sua imaginação. Sua postura, nascida dos brotos da confiança; esboçada com desenvoltura, pontilhada de desejos cumpridos, é outra história: nela, a hipótese tornou-se realidade de quem sabia conjugar a própria caminhada com uma constante de acertos. São fazeres que se aliaram ao esforço e, foram além do sonho; abrangeram cores, vida, descobertas e, finalmente, o infinito.
De onde estiver, certamente,o seu espírito de luz estará somando sempre acréscimos valiosos, em todos os nossos dons de imaginação, inspiração e determinação.
Mirian
mirianprado.Blogspot.com

3 de mai de 2009

O QUE ACONTECEU COM A ORTOGRAFIA?

                                           

 

 

 

 O QUE ACONTECEU COM A ORTOGRAFIA?

MNEMÔNICA-

Aprenda fácil com o método de letras e termos personificados


Mírian Cavalcanti prado

                                                                                  

=================================                                


Para os mais conservadores, a cena não foi das melhores de se ver.
Resolveram passar um trator na velha ortografia deixando em vigor o que achassem por bem.
Tudo começou com a ideia de endireitar a própria “ideia”. A queda do seu acento não significava necessariamente que ela estivesse errada. Mas a imposição dos mais fortes sem contestação fortaleceu à luz das suas razões.
Justificaram o crescimento do alfabeto e nele foram incorporadas as novas letras K, W e Y. É bem verdade que se tratava de acolhimento de filhas de país estrangeiro. Além de alheias e importadas, de quebra as dondocas não eram nenhuma novidade no nosso meio.
Outras situações oportunas davam conta de que o emprego do TREMA dado como morto não passava de uma pseuda aparência de “u” pingado, sem função.Considerado como a única iniciativa cuja retirada não provocou maiores “consequências”, sem polêmica e sem qualquer controvérsia já havíamos chegado à conclusão: a pintinha duplicada só servia mesmo para encher “linguiça”. Hoje, o TREMA jaz no túmulo e o “tranquilo” na reforma brilha “tranquilamente” para descanso dos mais acomodados que não mais precisam voltar a caneta atrás e desenhar os pinguinhos nos “us” do sagui, frequente, cinquenta e outros que ninguém mais “aguentava”; com aqueles bordadinhos inocentes em escritos sérios.
Já não era sem tempo.
Houve muita polêmica em torno de muitos “ós” juntos. Lá estava o excesso que poluía o visual. Neles fizeram um rapa dos chapéus nos primeiros “ós”: perdoo, moo, coo, soo, abençoo, magoo, enjoo... E, nem “perdoo” foi perdoado. O “voo” ficou rasante sem força para decolar e os seus irmãos consanguíneos todos a desejar na entonação.

Na questão do significado das palavras pelo sentido da frase, causou espécie o assunto que tipifica a questão em torno de “pelo” e sua representação na grafia.
Antes da Reforma em vigor, o emprego não se misturava, consistia em três palavras clonadas cuja função se identificava pelo disfarce que entre elas se fazia:

“Pelo” assim lisinho e sem sinal era (preposição).

“Pêlo” com chapéu, respondia por (substantivo).           

“Pélo” (do verbo pelar) se marcava pelo agudo.

Tais palavras repetidas se organizavam neste palco muito mais iluminado.Chapéus, espadas, chifres, ferrões, bonés e outros tipos de enfeites eram como todas as diferenciações se resolviam.
Nossos textos bem elaborados fundamentavam-se coerências e muita criatividade até que chegou a ordem para apertarmos o cinto na economia dos sinais:
Demitiram acentos aqui e acolá e com usura foi deixado estar o “pelo” peladinho como nasceu. O mesmo que agora serve-se a toda e qualquer ocasião, repetidas vezes, sem grifo e sem identificar quem é quem.

Distingui-los quem há de? Iguaizinhos} sem pelo no pelo...
No tripé da situação, a sina é deixada estar tudo o que a novidade impusera. Construída como quê, a seguinte frase, atual, sacode a imaginação na tentativa de descobrir o sentido.Impotentes, procuramos na meada do impossível aceitar empregos como este:

“Pelo pelo pelo menos uma vez por mês.                                  

Antes: Pélo pêlo pelo menos uma vez por mês.

Tais ditames modernos que manipularam nações, saídos do forno seriam influência d’além-mar? Seja de quem for, tudo indica decisão infeliz. Ora essa! Nós que tanto apreciamos as boas construções!

Mas levando-se em conta que do lado de lá tem gente enxugando o “húmido” com “h” como se enxugasse gelo...Logo, esse exemplo do lado de cá, tão questionado, é fichinha.

Outros desse tipo, exemplarmente, aqui demonstram:

“Pólo” (subst.) e “polo” (por+lo)= polo
“Pára” (verbo) e “para” (prep.)= para
“Pêra” (subst.) e “pera” (ant.para)= pera
“Côa” (verbo) e “coa” (com+a) = coa (Também sem acento, cada dupla é identificada apenas pelo sentido na frase).

Ao contrário de “pelo”, três casais tomaram outra dimensão.Por pouco não estariam no rol dos condenados:
Os espertalhões de cada dupla protegeram-se contra a varredura da mudança escapando pela tangente, do apagão da maldição. Com seus capotes agarrados nos seus cocurutos em meio as ofensivas, mantiveram-se presos, dentro de seus abrigos.
Na mesma vidinha antiga, certamente, entretinham-se a quatro paredes fazendo o seu tricôt, pitando o seu cigarrinho de palha, na tentativa de honrar a tradição do seu marco de origem.
Finalmente, um membro de cada casal da categoria que abaixo se define como arrogante prima pela seguinte diferença sobrevivida entre ambos:

- “Pôde” (forma verbal do pretérito); mostra para o seu par: a (preposição) “pode”, o seu boné levantado do alto do seu topete dizendo que é chifre de corno e que prefere com orgulho, ser assumido, a se misturar.

- “Pôr” é um verbo encarrapitado que esnoba para a companheira “por”, (preposição), a carapuça que lhe assenta muito bem.Sem o mesmo favorecimento ela lamenta não poder fazer, com carrapito, o mesmo que ele.
-
-A coroa de rei está também na (fôrma) de bolo. Topetudo, o vasilhame (pode se acentuar ou não); mas prefere fazer da saliência na cabeça o seu diferencial.Mostra que está aquém da “forma” corporal que, para alcançar a coroa, tem muito que exercitar.

A Reforma não abre mão do pecado cabeludo do acento proibido em:
Heroico, apoio, ideia, assembleia, plateia, galileia, hebreia, coreia, paranoico, jiboia...

O erro significa macular a honra dos ditongos, acentuando “ei”,"eu" e “oi” das palavras paroxítonas (as que têm penúltima sílaba mais forte).

Aliás, a queda do acento, em contrapartida, fez reatar, em tempo, amizades entre inimigos dada a mesma situação em comum que o destino impusera:
Os fracassados do desmanche atual, juntam-se àqueles de outrora para comungarem entre si à mesma lamentação:
A Serpente “jiboia”, por exemplo, aquela com pintas tirantes a amarelo ouro desmarcada recentemente; agora se iguala ao “medo” seu ex-rival, que há muito não se posa de chapéu.
É deprimente! Para quem no passado se gabava de tantas cabeças feitas com o seu pânico espalhado contra o próprio bicho peçonhento.Hoje, quem diria? O “medo” sem cobertura! Nem um velho boné há para fazer honras à chegada do réptil no seu reduto, sem mais perigo do ferrão. Em igualdade consigo, o “medo” mofino, que há muito sofreu amputação, não mais se arremete contra a chegante mansa e conformada que, como ele, está desarmada, longe de ser a temida serpente da antiguidade.

A reviravolta sofrida na linguagem foi feia. Por falar em feia, seu derivado “feiura” então, ficou horrível sem o topete da salvação que lhe amenizava o trejeito.
Lamentavelmente, entre outros, “boiuno” foi outra vítima da vez, que teve o chifre arrancado.
Também pudera, vindo depois do ditongo, (junção de duas vogais), não há tônico sobre “i” ou “u” que se vingue nessa leva de paroxítonos.

Nos derivados dos verbos crer, dar, ler, ver não sobraram pedra sobre pedra. Num ato injusto dos tempos de lampião já chegaram chegando, derrubando os chapéus dos pobres “decorrentes” sem dar a mínima para o carimbo da tradição, ignorando a essência das formas que da seguinte maneira justificam o porquê da acentuação:

“Creem” (Toda expressão de fé carece ser marcada).
“Deem” (o ato de doação foi sempre assinalado pela gratidão).
“Leem” (pelo diferencial que confere, à leitura faria jus à conservação do marco ).
“Veem” (O dom da visão é um sinal há muito consagrado).

Será que quem dá, quem lê, quem crê e quem vê merece ser vilipendiado?

“Energúmeno” é um exemplo assinalado que, pelo significado que tem, nem deveria constar da lexicografia. Passou pela tempestade despercebido, injustamente. No entanto, vacinado contra calvície, imune, (pelo menos por um bom tempo); ostenta o seu troféu de tom maior na antepenúltima sílaba enquanto na verdade ele não é ninguém.Não passa de sinônimo de endemoninhado.

Mas, deixa estar. Queira Deus, muito brevemente, numa possível Reforma, os homens vão excluir também a marca dos proparoxítonos, (o acento tônico na antepenúltima sílaba), arrancando seus topetes pela raiz. Até parece serem eles todos, uns eternos aposentados pela acentuação que vêm mantendo à mão de ferro sem dar nenhuma brecha à exceção.

A máquina zero chegou também nas formas verbais que têm o “u” forte nos grupos gue, gui, que, qui. Depois da tosa o “u” precedido de g ou q e seguido de “e” ou “i” sofreu alteração:

“Averigúe” virou “averigue”
“Apazigúe” virou “apazigue”
“Argúem” virou “arguem”.
“Redargíu” virou “redargiu”...
:
Atenção pra a variação, na pronúncia, dos verbos terminados em guar, quar e quir, como aguar, averiguar, apaziguar, desaguar, enxaguar, obliquar, delinquir e outros da família.Esses verbos admitem duas pronúncias em algumas formas do presente do indicativo, do presente do subjuntivo e também do imperativo.

Para efeito de exemplo, será abordado o verbo “enxaguar”.Neste caso, è você quem decide se deve ser acentuado ou não.Tudo depende da preferência da pronúncia que faz a tonicidade no “a” ou no “u”:
Quando proferido com “a” forte, acentua-se: “enxáguo”.
-O “a” forte nesse caso, tem a marca que alveja ao retirar o sabão.
Com “u” tônico, não:
“Enxaguo”, assim, simplesmente se escreve, mas vale se concentrar apenas no “u” dito, um grito, se possível, para não incorrer no erro de não pronunciar o acento invisível mais fortemente no paroxítono apontado do que nas outras sílabas.

O “u” forte sem a marca da limpeza é puro por natureza.

Enfim, a água do “enxágue” ou do “enxague” (ú) liberta-se totalmente do sabão da limitação. No caso, a liberdade da expressão inclue-se ao caso facultativo.

Na dúvida com o emprego do hífen, nos Compostos com prefixo, destaque em cada assunto uma palavra como chave que protagonize a situação em torno da qual será facilmente absorvida a ideia, tendo em tal referência outras situações decorrentes:

1-Já não se fazem mais composto “micro-ondas” como antigamente. O prefixo insinua que o encontro da vogal repetida, pelo hífen é desmembrado.


“Micro-ondas” se separa
Pelo hífen que intromete.                  
Nele, a última do prefixo
É uma vogal que repete.

2-Já não se fazem mais o composto “inter-regional” como antigamente.O prefixo insinua que o encontro da consoante repetida, pelo hífen também é desmembrado.

No composto “inter-regional”
Onde o exemplo consolida
Separam-se pelo hífen,
Duas consoantes repetidas.

3 –O composto ”anti-higiênico” se separa; pois tem o seu hífen diante da palavra iniciada por “h”.
O composto em anti-higiênico
Impondo regra e asseio
É cortado pelo hífen
Na frente do “h”, no meio.

Exceção: subumano. (Na formação do composto, “sub” junta-se com “humano” que por sua vez perde o “h”).


4- “Antiaéreo” se junta; pois a última letra do prefixo é uma vogal que com outra diferente se encontrará.

O hífen em “antiaéreo”.
Não se mete de permeio
São duas vogais diferentes
Encontradas pelo meio.

5- “Anteprojeto” se junta, pois a última letra do prefixo encontra -se com consoante diferente de “r” e “s”.

Se depois do prefixo, contiver:
Uma consoante diferente de “r” ou “s”,
No exemplo “anteprojeto”,
O hífen desaparece.

6- A exemplo de anti e infra terminados em vogal,outros prefixos também juntam-se ao segundo elemento do composto começado por “r” ou “s” duplicados, modelando-se por “antirrugas” e “infrassom”.

Se o prefixo terminar em vogal,
Seguida de “r” ou “s”,
Duplicam-se essas letras
E o hífen desaparece.

7-Na construção de compostos com prefixo vice, “vice-prefeito” é um exemplo. Separado pelo hífen, sem qualquer exceção, de igual maneira se incluem: ex, sem, além, aquém, recém, pós, pré, pró...

O hífen que faz do vice
Verdadeira porta aberta!
Recebido no composto,
Da exceção não liberta.

8- “Pára-raios” assim, continua com o hífen, porém, sem acento em “para”, este é o exemplo, tendo como exceção, “paraquedas”. (Conforme a VOLP-2009)

O hífen cai no composto,
Como um raio, é refletido.
O para que perde o acento
Junto ao raio é partido.




=================

Apenas uma leitura julga-se suficiente à assimilação desse assunto básico e inovador.Depende de você. O ato de obedecer as referências entre aspas e o comando das pausas dos acentos, são imprescindíveis para não comprometer o raciocínio nem incorrer ao risco de privar algumas das partes integrantes dessa expectativa.
Para que não haja o terror do duplo sentido muito comum em explanações de pormenores desse tipo, concentre-se, pois, nas particularidades do que se lê.
Com os meus votos de sucesso, tenha você um inesperado retorno.
Mírian

ANNELISE SEMPRE ANNELISE

Dário Teixeira Cotrim


Montes Claros é mesmo surpreendente. Estivemos mais uma vez no luxuoso e aconchegante auditório do Conservatório Marina Lorenzo Fernândez. Desta vez para ouvirmos o doce deleite da música clássica e aplaudirmos com a devida justiça a soprano Annelise Cavalcanti Prado que nos brindou com um Recital de Canto em que comemorava a sua formatura por estudos feitos neste Conservatório Estadual de Música. Bonita, dona de uma voz marcante e de uma personalidade forte, Annelise sabe o que quer e quer a liberdade para fazer e cantar o que lhe agrada. Por onde ela passa o sucesso é absoluto, provocando no seleto público o delírio que ombreia os lieder dos compositores clássicos para os tempos de hoje. A sua apresentação – solista – foi verdadeiramente impecável. Também a nossa formando já participou em outras oportunidades como corista, por exemplo: na Missa da Glória de Puccini (2001), no Festival Bach de Corais da cidade de São Lourenço (2002), no Coral Júnia de Mello Franco, com o impressionante grupo Lírico Bezzi onde interpretou a ópera La Força del Destino, de Verdi (2004) e em outras inúmeras ocasiões aqui e em alhures. Annelise iniciou os seus estudos de canto sob a orientação do ilustre professor Roberto Mont’Sá, por quem ela nutre um carinho todo especial – e nós também.

Do Recital de Canto desta memorável noite de formatura constou da programação um rico e generoso cardápio musical: 1. Cláudio Santoro – Acalanto da Rosa; 2. Villas Lobos – Canção do Amor; 3. E. Granados – El Majo Discreto; 4. F. Shubert – Der Hirt auf dem Felsen; 5. Charles Baudelaire – L’invitacion au Voyage; 6. W. A. Mozart – Duett: Bei Mãnnern, welche Liebe Fühlen; 7. G. Puccini – O mio babino caro; 8. G. Gershwin – Summertime; 9. G. Puccini – Senza Mamma; 10. G. Puccini – Quando m’em vo soletta e 11. G. Rossini – Duetto Bufo di Due Gatti. Noutras palavras: é como se Annelise juntasse em seu repertório os melhores lieder de vários compositores num único espetáculo.

Aqui houve o encontro de dois grandes barítonos numa perfeita sinestesia que revelou a dimensão sinfônica deste evento: o André Matos e o já consagrado Roberto Mont’Sá – que muito abrilhantou o Recital de Annelise. Além disso, foi impecável o desempenho de Rita Lafetá no piano. Apesar de tantos destaques notáveis, impressionou-nos sobremaneira o clarinetista Ananias Neto no acompanhamento do musical Der Hirt auf dem Felsen, de Schubert.

Com a consagração do público, este foi um ano especial para a cultura musical montes-clarense. Nunca se ouviu tantas óperas e recitais quanto neste tempo presente. Por detrás desta febre de talentos está o Conservatório Estadual de Musica Lorenzo Fernândez que a cada dia nos surpreende com novas sopranos, interpretando a bela música clássica universal. Hoje, buscar outras sopranos ou outros barítonos é, de fato, fundamental, já que a cidade de Montes Claros sempre esteve na vanguarda dos acontecimentos culturais e por tudo isso não podia deixar de apresentar ao grande público, os melhores coralistas e nem os melhores solistas de sua ilustre plêiade de intelectuais.

Pode-se dizer agora que nós, montes-clarenses, já conhecemos a talentosa soprano, Annelise Cavalcanti Prado, isso graças a sua inteligência e a sua determinação de vencer obstáculos e de escalar degraus para a conquista da coloratura musical. Aos seus pais – Adolfo (Miriam) de Oliveira Prado – resta-nos apenas dizer-lhes que a trajetória vitoriosa de Annelise apenas começa a frutificar e que tudo isso só foi capaz devido ao apoio e o carinho que vocês dedicaram a ela. Ainda assim, há uma longa estrada a percorrer onde os frutos serão os melhores e de sabores infinitamente mais adocicados. Nas palavras de agradecimento da própria Annelise podemos reafirmar que “é inegável o sincronismo de todos que contribuíram para que este momento chegasse. Muitas foram as energias somadas em torno de um mesmo objetivo. Mas é visível como algumas pessoas se projetam incansavelmente. São pessoas que souberam se fazer presentes, que se tornaram incomuns, à luz do meu reconhecimento”. É interessante notar também que não existem mais arestas para serem aparadas pelo caminho afora. A pedra bruta já foi lapidada e tornou-se uma jóia rara. Agora a voz é veludosa e a imagem ultrapassa os encantos da perfeição. Annelise bela sempre bela Annelise. Parabéns!

1 de mai de 2009

QUEM SOU EU

         
       
        
NO PRELO : OBRA LITERÁRIA!!!



  • MÍRIAN C. PRADO_Licenciada em Filisofia pela Unversidade Estadual de Montes  Claros- Unimontes                       
  • Pós-graduada(Lato sensu )  em Metodologia do Ensino Superior UCAM –Rio de Janeiro com ênfase em Língua portuguesa sob a concepção do ensino aprendizagem com base à “Interpretação das disciplinas que compõem a grade curricular do ensino superior”; 
  • Pós-Graduanda (Stricto-Sensu) Comunicação e Expressão-;
  • Dinamizadora do site Educar pontocom sobre o qual motiva a forma de capacitar o desenvolvimento de experiências do ensino da Língua Portuguesa culminando com o processo aplicativo em Revistas, Jornais, Sites...;
  • Autora do Livro Letras Mágicas de curiosidades gramaticais-Unimontes
  • Atualizações interativas conferidas ao aperfeiçoamento da Língua Portuguesa movida pelas buscas de efetuar ações práticas que promovem o desenvolvimento cultural; em cursos periódicos, sites etc.;
  • Premiações, Homenagens e Menções–destaque Revista Talento Pa.- ed. 49- Estímulo Artigo científico CDIN-Poesia trovadoresca, -Fundação Olavo Bilac; SC-Literatura da Humanidade Contemporânea RS e outros;
  • Cursos de Filologia, Comunicação e Expressão e Literatura humanística-2000 a 2005;
  • Destaque Poesia,Artigo, opiniões e entrevista (Colaboração em publicações locais e outras aexemplo de jornais como; Estado de Minas, Hoje em Dia, Jornal do Brasil);
  • 1º Destaque em avaliação Artístico-Literária Art-Pan-RJ 2003;
  • Experiência no Exercício Pedagógico-Docente e Analista da 22ª SRE de Montes Claros –MG
  • No prelo,Gramática da Língua Portuguesa “A rima como instrumento de motivação” e outro de biografia, tema a definir;
  • Atualmente, dinamiza no âmbito literário a pesquisa temática aliada à consultoria.

      Pérolas



      ALGUMAS PÉROLAS QUE DERAM MUITO O QUE FALAR
                                                                                                                                     



       As pérolas são críticas que constroem conhecimentos de quem ainda desconhece a informação.                



      SELEÇÕES DE DIVULGAÇÃO DE CARTAZES QUE MAIS CHAMARAM ATENÇÃO PELAS PÉROLAS DO NOSSO BRASIL AFORA-

      (Colaboração de Maria Elcyr-Serro S/P)











       PÉROLAS DO ENEM
      * Convivemos com a merchendagem e a politicagem. (Que burragem !)
      *O sero mano tem uma missão. ( A minha, por exemplo, é ter que ler isso!)

      *No paíz enque vivemos,os probemas cerrevelam...(Outro erro que aproxima do emprego certo (Nova Reforma), nos compostos: duplica-se o "r" ao perder o hífen,de acordo com o prefixo,a exemplo de antirruga.

      *Lavosier foi guilhotinado por ter inventado o oxigênio. (Já imaginou?)

      PÉROLA NA IMPRENSA X DÚVIDA
      Amiga professora,recentemente ao ler uma coluna social,onde o colunista alertava os convidados de certos tipos de recepção se vestirem com paletó e gravata nos eventos estipulados por ele, foi quando a sineta do virus da ignorância alardeou. Com os olhos fixos no ponto estranho, veio à dúvida, sobre a qual, curiosamente, gostaria de desvendar; " portanto vestem-se o paletó e coloque a gravata,para não pegarem mal". Exigiu ele. Julgando algo, no pedaço, que, ninguém merece, gostaria se possível de um esclarecimento.Obrigado.
      (Navantine Araújo-Montes Claros-Mg)

      Amigo,O verbo "vestir" aí está empregado no presente do indicativo:"eles vestem".
      entende-se pelo sentido da frase que seja uma convocação, um apelo inspirando um bem-vindo subjuntivo.enfim, em desacordo com a frase, o verbo no presente do indicativo urge substituição por um subjuntivo "que eles vistam". "...portanto, vistam o paletó". E tem mais: "...e coloquem a gavata para não pegarem mal".Em acordo com a a 3ª pessoa do plural como determina a frase.(resposta de Mírian)



      Vídeo de Carla Perez: "I" de iscola
                                            "E" de isqueiro

      Que Blog é esse?

      Uma página se abre. Do seu alto um slide conjuga regras e movimento ao som midi de Greensleave que se propaga no interior do rincão.
      O efeito é refletido em cada click de seus links que, sem rodeios despertam a genialidade daqueles que se propuserem interagir no nosso meio.

      Tendo a leitura como instrumento maior de motivação desse espaço, em torno do qual gira a formação das palavras, frases de efeito, além de outras vertentes inovadas, junto as quais incluem-se estas, a saber:
      “O que aconteceu com a ortografia?” Trata-se de um texto que instrui pelo método de fácil assimilação.Nele, a alteração da gramática em questão possibilita aos objetos inanimados se personificarem como se gente fossem, enquanto facilita-se o aprendizado numa espécie de mnemônica que permite associar o pensamento com a história vivida pelas palavras e letras.O mistério dos compostos também é desvendado lançando mão da igualdade dos sons das rimas tendo como base uma referência para se espelhar. Hifenados ou não, os compostos vão sendo exemplificados com referências que ajudam muito bem a fixar o entendimento.

      Nesse prisma, também na grafia, a dúvida é esclarecida ajudando a definir incertezas na intenção de corrigir e alertar.
      Além desses, outras informações construtivas como pérolas foram lançadas. E, não encerra por ai; pois, a proposta é manterem ideias sempre renovadas que, por certo, muitas ainda estarão por vir.
      Nessa escalada que ora me proponho com ousadia, depende do seu acesso, o meu estímulo para prosseguir.
      Partindo de um princípio tão entusiástico quanto verdadeiro de que todo ser humano é potencialmente capaz, tudo farei para merecer tamanha soma no meu propósito de realizar esse desafio.
      Eu sou apenas uma simples intermediária que sem os fiéis internautas, e a potencialidade que possuem, eu nada faria.
      Afinal, esse blog lhe pertence.Pois, dos contactos que nele agora se acessam, um é sempre seu!