Páginas

27 de mai de 2009

NÃO ERRE O NOME

Notícia da folha de Aracati-CE, informa sobre a saída de Suzane Richthofen da prisão. Só que é visível no contexto a repetição do nome da prisioneira muitas vezes sem citar o sobrenome, em momento algum.É verdade que a acusada hoje,se refere a qualquer uma como de fato a é, apesar de ser o prato cheio da mídia pela barbárie visível do seu caso.Mas, via de regra, a identificação é que alia o fato à pessoa.
Será que a omissão do sobrenome deve-se ao fato de o jornalista não saber escrever Richthofen?

Nenhum comentário:

Postar um comentário