Páginas

13 de abr de 2012

MATADORES CONSUMIAM E VENDIAM SALGADOS RECHEADOS DE CARNE HUMANA






CANIBALISMO

"Trio parada torta"


Foi em Pernambuco, na cidade de Garanhuns, onde tudo aconteceu.
A polícia local deparou no quintal da casa de uma família, então suspeita, restos mortais dos corpos de duas de três mulheres, a cota que costumavam exterminar anualmente.
Depois de assassinadas, as vítimas eram esquartejadas.Delas eram retiradas as partes que consumiam e enterravam o que sobrava em covas no quintal. A família assassina era composta de um homem e duas mulheres que há muito vinham usando carnes de bumbuns e coxas dos cadáveres humanos para rechearem pastéis, coxinhas e empadas.
O fabrico dos salgados - vendidos à população-, até então,não cabia insinuações uma vez que escolhiam a carne que aproximavam ao  filet mignon do boi.
O restante, do produto era conservado na geladeira e consumido no dia a dia entre eles, mesmos, incluindo um menino de 5 anos,-que contribui nas investigações, a quem a polícia suspeita que seja filho de uma das mulheres assassinadas por eles.
Entre os detalhes repugnantes, disseram, que pertencem a seita Cartel, a que prega purificações e diminuição da população. Para tanto, a cota da mortandade era de três mulheres por ano e já estavam providenciando, uma próxima, a quem atraía com oferta de emprego.

A população revoltada não se fala em outro assunto depois de atear fogo nos pertences da família que segue presa com exceção da criança que se encontra traumatizada, no Conselho Tutelar local, sob tratamento psicológico.  



Nenhum comentário:

Postar um comentário