Páginas

17 de jun de 2016

REVOLTA: 450 HOMENS SE CASAM COM CRIANCINHAS EM GAZA; É O FIM DO MUNDO(Vejam vocês o que é ordem, lei, mandonismo... o que poderia acarretar um desmando ? escolham seus legisladores! )
PEDOFILIA OFICIAL DESCARADA: CASAMENTO COLETIVO DE 450 HOMENS COM MENININHAS COM MAIS DE 4 ANOS EM GAZA (Gaza resumo o mundo Islâmico???)

A HISTÓRIA OCULTA DO MUNDO ISLÂMICO: A PEDOFILIA DO HAMAS
(o Hamas é a voz do Islão? Ou apenas um grupo radical que se diz islâmico?)
Será se essas inocentes sabem o que estão fazendo ? O mundo desconhece uma das histórias mais SÓRDIDAS de abuso infantil, torturas e sodomização do planeta, vinda do fundo dos esgotos de Gaza: os casamentos pedófilos do Hamas, que envolvem até crianças de 4 anos. Tudo com a devida autorização da lei do islamismo radical(LEI DO ISLAMISMO RADICAL,que lei é essa?E será que todos os muçulmanos realmente a seguem???Carece de fonte) .
Infância perdida, abuso certo: ficaremos calados?
A denúncia é do Phd Paul L. Williams e está publicada no blog thelastcrusade.orge é traduzida com exclusividade no Brasil pelo De Olho Na Mídia (ninguém mais na imprensa nacional pareceu se interessar pelo assunto) (com relação aos países de terceiro mundo ,de fato,ninguém se interessa).
Um evento de gala ocorreu em Gaza. O Hamas foi o patrocinador(O HAMAS!Não os muçulmanos do mundo todo!) de um casamento em massa para 450 casais. A maioria dos noivos estava na casa dos 25 aos 30 anos; a maioria das noivas tinham menos de dez anos ( preocupante!).
Grandes dignatários muçulmanos, incluindo Mahmud Zahar, um líder do Hamas ,foram pessoalmente cumprimentar os casais que fizeram parte desta cerimônia tão cuidadosamente planejada.“Nós estamos felizes em dizer à América que ela não pode nos negar alegria e felicidade”(isso sim é provocação!), Zahar falou aos noivos, todos eles vestidos em ternos pretos idênticos e pertencentes ao vizinho campo de refugiados de Jabalia.
Cada noivo recebeu 500 dólares de presente do Hamas ( esse foi o incentivo do Hamas,óbvio!).
As garotas na pré-puberdade (pré-puberdade?????), que estavam vestidas de branco e adornadas com maquiagem excessiva, receberam bouquets de noiva ( casamento um tanto moderninho para quem se diz “islâmico radical”.Detalhe:o número grande de casais parece ser mais uma provocação a nós do ocidente que um verdadeiro casamento).
“Nós estamos oferecendo este casamento como um presente para o nosso povo que segue firme diante do cerco e da guerra”, discursou o homem forte do Hamas no local, Ibrahim Salaf (pode se esperar qualquer coisa desse tipo).
(Reparem na foto acima:as meninas vestidas com trajes comuns de cerimonias de casamento
ocidental.Mas uma provocação ou o Ramas não é tão radical assim como pensamos???).
Noivas de 4 a 10 anos(onde estão os pais e familiares dessas crianças?A reportagem/e-mail relata que 450 crianças fizeram um casamento coletivo no entanto,em festas como estas,mesmo levando em conta o tipo de cerimonia realizada,normalmente familiares islâmicos sempre comparecem a cerimonia de casamento dos seus filhos.Seriam órfãs essas 450 crianças?  As informações carecem até mesmo de um maior números de dados que possam contribuir para o entendimento geral da situação) e presentes de $500 (em tempos de guerra,$500 são sempre bem vindos,olha aí o incentivo!).
O Centro Internacional Para Pesquisas Sobre Mulheres estima agora que existam 51 milhões de noivas infantis vivendo no planeta e quase todas em países muçulmanos(lá elas são “noivas infantis” ,aqui elas são somente meninas que se drogam e prostituem em rodovias ou praças públicas) .Quase 30% destas pequenas noivas apanham regularmente e são molestadas por seus maridos no Egito; mais de 26% sofrem abuso similar na Jordânia ( onde está a UNICEF,princesa da Jordânia???)
Todo ano, três milhões de garotas muçulmanas são submetidas a mutilações genitais, de acordo com a UNICEF (O que a UNICEF anda fazendo para impedir que isso continue ocorrendo???) .A prática ainda não foi proibida em muitos lugares da América(por que será???). (Fonte : Jornal Hoje)

Nenhum comentário:

Postar um comentário