Páginas

19 de jun de 2012

CASO YOKI : INVESTIGAÇÕES MACABRAS

ÚLTIMOS DESDOBRAMENTOS

O apartamento onde Marcos Matsunga, presidente da Yoki,  foi morto há menos de um mês, foi devidamente analisado pela equipe de peritos do Instituto de Criminalística onde passaram a noite em claro.Elise Matsumoto, que confessou todo o procedimento macabro indicou os locais exatos  onde cometeu o crime. Tudo foi conferido e analisado  pelos profissionais.
A seguir, veja em vídeo, grande parte dos desdobramentos da intrigante história.







2 comentários:

  1. Muito corajosa. Nada justificaria o horror cometido!

    ResponderExcluir
  2. Quero somente uma explicação sobre esta matéria que acabo de ver. Como um empresário pode ter um armamento restrito (LETAL) de uso exclusivo das Forças Armadas em sua residência. Mais de 30 armas, como pode um civil ter acesso a esses tipos de armamentos, o que a POLÍCIA FEDERAL diz sobre essa questão, será que temos mais empresários na mesma condição????

    ResponderExcluir