Páginas

3 de jun de 2010

COMO COMBATER UMA NAVEGAÇÃO INSEGURA NO COMPUTADOR







ALERTA



Os tempos mudaram. Hoje, já não se fazem navegações inseguras como antigamente.
Fiquem bem alerta, se possível de arma em punho, contra criminosos virtuais que trabalham sem descanso à procura de internautas imprudentes ou ingênuos e de computadores desprotegidos para atacar. Por isso, é importante que você adote alguns procedimentos básicos para garantir a segurança da sua navegação na web.
Hackers e crackers assombram os usuários da web. Entre os principais prejuízos estão a danificação da máquina, o roubo de senhas e posteriormente de contas bancárias, e o vazamento de informações confidenciais, principalmente no caso de empresas.Procurando ajudar o internauta a se proteger, o CERT.Br (Centro de Estudos, Resposta e Tratamento de Incidentes de Segurança no Brasil) elaborou uma cartilha na qual sugere uma série de cuidados gerais e específicos que devem ajudar o internauta aumentar sua segurança no mundo virtual.

Antivírus e firewall: Instale um bom programa antivírus e um firewall. O primeiro é o responsável por identificar e bloquear os vírus que tentarem se instalar no seu computador, enquanto o segundo faz o mesmo com invasores, registrando as tentativas.É importante mantê-los sempre atualizado com as possíveis correções (patches) feitas pela empresa responsável solucionando eventuais vulnerabilidades. Isso evita que criminosos explorem no seu micro brechas que já foram solucionadas pela companhia.

Senhas: Construa códigos com pelo menos oito caracteres, entre letras, números e até sinais, se for possível. Jamais use seu nome ou sobrenome e data de aniversário, bem como números de documentos. Evite também palavras ou datas que possam ser relacionadas a você.Utilize senhas diferentes para cada usuário do computador e para cada serviço (e-mail, provedor, compras online etc.) e altere-as com certa freqüência. Isso dificulta que seu código seja descoberto e usado por terceiros.
Links: Atalhos para sites ou programas são perigosos, pois podem conduzir a um destino ou download diferente do anunciado, levando o usuário a entrar em uma página falsa ou baixar um vírus ou outro tipo de malware.Não seja precipitado para clicar em um link ao recebê-lo por e-mail, por recados em sites de relacionamentos ou ao encontrá-lo em buscas na web. Passe o mouse sobre o link, sem clicar. Se o destino indicado na barra inferior do Internet Explorer (que fica logo abaixo da página) tiver terminação ".exe" (arquivo executável) ou ".scr" (screensaver) é alta a probabilidade de serem pragas.Mesmo que ao fazer este teste você não consiga afirmar que se trata de um código malicioso, desconfie. Não clique quando não souber quem o enviou e prefira digitar o endereço direto no Internet Explorer. No caso dos arquivos, passe todos pelo antivírus e só abra se estiverem "limpos" e se você confiar na procedência.
E-mails: Desabilite em seu e-mail a opção de abrir automaticamente arquivos recebidos. Quanto ao conteúdo das mensagens, tenha critério. Antes de entrar em pânico com um aviso de cobrança ou da presença de vírus no seu computador, cheque a informação.Desconfie de e-mails que pedem dados pessoais (número de documentos ou senhas). Grandes empresas e instituições financeiras não costumam usar esse meio para a obtenção desses dados. Procure a instituição que supostamente assina a mensagem e esclareça a situação.Além de evitar dor de cabeça e perda de tempo, esse hábito o ajudará a não cair nas armadilhas dos criminosos, que podem levá-lo a páginas falsas ou induzi-lo a apagar programas como filtros e fazê-lo abrir as portas para as pragas.
Spam: Cuidado com os links contidos nos e-mails não solicitados de conteúdo publicitário. Se o produto anunciado lhe interessar, prefira comprá-lo em um site de confiança. Desconfie de promoções mirabolantes.Evite também responder pedindo para ser removido da lista de mala-direta. A maioria dos serviços de correio oferecem filtros de lixo eletrônico. Prefira essas ferramentas para se livrar do incômodo.

Compartilhamento de arquivos: Nunca faça downloads em sites desconhecidos ou em que não confia. Quando for baixar arquivos, passe-os pelo antivírus para ver se estão limpos. Além disso, verifique sempre se são livres de copyright, evitando problemas legais.

Wi-Fi: Cuidado também com as redes sem-fio. Instale em seu computador um firewall pessoal. Veja se há possibilidade de usar o padrão de acesso WPA (Wi-Fi Protected Access), que é mais seguro que o WEP (Wired Equivalent Privacy) e desabilite a rede quando não estiver usando.

Fonte: Farwell

Um comentário:

  1. ok, ok, agradeço pelo aprendizado nesse blog.

    ResponderExcluir