Páginas

11 de dez de 2010

NATAL É TUDO ISSO E ALGO MAIS

O Natal não é apenas o substantivo, mas o advérbio.
Como não é somente o “verbo”, mas o " diálogo;
O Natal não é apenas a luz, mas o objeto iluminado;
Não é somente o fato, mas a consequência.
O Natal não é apenas o presépio, mas o símbolo;
Como não é somente Cristo mas a lição.
O natal não é apenas a troca de presentes,
Mas a permuta sagrada da eternidade.
O Natal não é apenas a mensagem que esplendece,
Mas o seu conteúdo que conforta para sempre.
O Natal não é apenas a data do nosso calendário;
Mas um marco para a nossa eternidade.
O Natal não é somente o gesto que se expande,
Mas a convicção que se implanta  em cada “ego”.
O Natal não é apenas uma lembrança gratificante,
Mas um legado que ficou à humanidade.
O Natal não é somente a reverência que humilha,
Mas o tributo que reflete a gratidão.
O Natal não é somente a expectativa que interroga,
Mas a certeza que convence e reconforta.
O Natal não é apenas a aproximação com o Deus-Menino,
Mas a bênção que recai, animadoramente.
O Natal não é somente o apoio dos que buscam,
Mas o prêmio altiloqüente dos que creem.
O Natal não é apenas recordar o Grande Mestre,
Mas projetar, Nele, a imagem do futuro.
O Natal não é somente uma aurora indescritível,
Ms o sol a penetrar nas frestas do coração.
O Natal não é somente o calor que vivifica a consciência,
Mas a graça que alcandora a alma transcendente.
- O Natal não é apenas o anúncio, mas a própria aceitação.

2 comentários:

  1. Boa, muito boa a iniciativa da poesia. Gostei,parabens!

    ResponderExcluir
  2. Híper demais, exelência. Um luxo só.

    ResponderExcluir