Páginas

29 de dez de 2010

PROPAGANDA ENGANOSA TERMINA EM QUEBRA-QUEBRA

ALERTA AOS ATRAVESSADORES        

Tudo começou quando o maior de idade M.S.P que não quís se identificar para a mídia, foi informado através de uma propaganda de televisão sobre uma firma tradicional (que também não quis  ter a razão social revelada) que era, então,onde se  promovia mais um queima de estoque de natal.Os preços difíceis de se acreditar pareciam brincadeira.
O homem havia ligado para a loja e recebeu a confirmação pela gerência de que os preços mostrados há um minuto  pela televisão eram reais.
Acostumado às propagandas fantasiosas nesta mesma loja, dessa vez, depois da garantia dada pelo gerente,  M.S.P não pensou duas vezes e se dirigiu feliz ao estabelecimento comercial. Chegando lá, perguntou  um vendedor quais eram os eletrdomésticos do estoque, em oferta? O vendedor estranho tentava enrolar dizendo entre outras coisas que as ofertas foram extintas por uma possível multidão que desfizera em poucos minutos como fogo de palha.
"- Como assim? Se acabei de conversar com o gerente que me garantiu que eu encontraria o que acabara de ser anunciado ?" Respondeu M.S.P.
O rapaz  indignado por mais uma tapeação se descontrola os ânimos.Vai entrando loja a dentro e chega a uma fileira de televisores de 50 polegadas da marca samsung. É por alí onde ele  começa a quebradeira.Empurra o primeiro aparelho com a mão e, ao deparar com
pedaço de madeira começa quebrando mais. Na sessão de home theater além de derrubar  um a um e  vê cacos pelo chão, não satisfeito, bate com a madeira.e daí vai andando e derrubando outros e  tudo que  vai vendo pela frente:, sem exceção: câmeraa digitais, mini systens, notebooks etc. etc.     
A polícia foi chamada e chega tentando interferir  segurando o furioso que, aos prantos e gritos diz repetidas vezes em alto e bom som que a empresa era mentirosa e que fazia propaganda enganosa.Ele e mais três funcionários e o gerente foram levados à Delegacia.O homem com o braço cortado  teve antes de ser levado ao Pronto Socorro.
Tudo isso, não passou de uma forma de abuso com objetivo de lucro  fácil pelas vias da enganação; que resultou em muito pano para manga e encerrou o ano de maneira feia com todos dentro de um camburão rumo a delegacia onde lavaram roupa muito suja e onde receberam um bom sabão.





Um comentário:

  1. Sururú tomou no fiofó...E o pau quebrou na casa do caraio...Bom de levar um baita sova. Ki nada, ki é qui tem se o preço é bom e deixa de ser.Home pirou por conta de roubo da firma rs rs rs rs rs rs rs rs rs rs rs rs rs rs rs rs rs rs...Êrre!Eu também pirei...

    ResponderExcluir