Páginas

25 de mai de 2010

LANCHA AFUNDA E IRMÃS DESAPARECEM NO LAGO PARANOÁ




A lancha que naufragou no Lago Paranoá DF (foto) foi encontrada dois dias depois do naufrágio a 24 metros de profundidade.

As buscas culminaram com o encontro dos corpos das duas irmãs Liliane Queiroz de Lira, 18 anos e Juliana Queiroz de lira, 21 ( foto ) que não sabiam nadar.
O acidente aconteceu na madrugada de sábado quando voltavam de uma festa de aniversário em Brasília DF. Momentos antes do naufrágio, uma testemunha usou um celular para gravar a lancha lotada.
Das 11 pessoas que estavam a bordo, três conseguiram nadar cerca de mil metros para chegar às margens. Outras seis foram resgatadas.
O delegado que investiga o caso acredita que o acidente tenha sido provocado por uma manobra brusca que jogou os passageiros para a parte de trás. Com peso acima da capacidade, entrou água na embarcação e a lancha naufragou.

Nenhum comentário:

Postar um comentário