Páginas

15 de ago de 2011

ATENÇÃO- GOLPE NOVO NA PRAÇA FAZ FESTA ENTRE MENINOS DE RUA


ALERTA
-CUIDADO COM OS FLANELINHAS
-CABEÇA OCIOSA É OFICINA DO DIABO


O golpe que começou em Belo Horizonte, está espalhando rapidamente em outras cidades.

O método do meliante armado de borifador e flanelinha age no assalto pressionando a vítima. Ai daqueles que forem abordados e não tiverem dinheiro no bolso para “molhar a mão” do seu golpista. O golpista vinga molhando-os com ácido.
Isso acontece qualquer que seja o local ou circunstâncias em que você for abordado. A pé ou de carro o marginal lança mão de um  borifador de plástico (daqueles tipo blindex) e aciona o sprey sobre sua pele  se você negar dinheiro pra ele. Mais rotineiramente, nos carros se o vidro estiver aberto ou você fizer pouco caso ao seu pedido de dinheiro.
Alerta aos flanelinhas!!!
O recipiente que era usado com água, trás, agora, ácido muriático que é acionado nas duas situações. Atacando vítimas a pé ou de carro o bandido age fazendo do borifador a sua arma. Em princípio simulando um bom menino que quer limpar o vidro do seu carro. De araque.
Muitos já são os casos irreversíveis de pessoas com peles do rosto estragadas que estão tentando  cirurgias reconstrutivas. Infelizmente.
Quando vir  algum flanelinha, não abra o vidro do carro.Se estiver aberto, feche-o.
A sociedade assustada pede aos legisladores responsáveis que façam proibida a venda do ácido muriático, a menores.












4 comentários:

  1. Gente, gente. Tomem providências. Isso é Grave.

    ResponderExcluir
  2. Meu nome é José Carlos Maia Santos. Esta não é a primeira imagem que recebo.Quero endossar esta denúncia sobre esta nova modalidade de assalto. Não são apenas as mulheres o alvo dos
    assaltantes. Eu mesmo fui vítima desse tipo de assalto.

    No dia 24 de novembro, por volta das 01h30min, retornava de um aniversário. Em um sinal um garoto, portando um borrifador e uma esponja, abordou meu amigo,
    Guilherme, que estava a meu lado e pediu cinco reais. Guilherme respondeu que não possuía os cinco reais, mas que procuraria uma moeda.
    Fez um movimento no banco para colocar a mão no bolso e virou o rosto para dentro do carro.. Foi sua sorte. O garoto borrifou o líquido na cabeça de Guilherme e saiu correndo. Em poucos segundos Guilherme começou a sentir uma queimação no pescoço.
    Corremos para o Hospital onde fomos informados que se tratava de ácido muriático. Após o atendimento, Guilherme (que terá de se
    submeter a uma cirurgia corretiva e poderia ter ficado cego) e eu fomos fazer um boletim de ocorrência. Na delegacia fomos informados que está aumentado este tipo de ocorrência. Soubemos ainda que onze menores, meninos e meninas, todos entre 12 e 15anos, todos usuários de drogas, já foram identificados e encaminhados a instituição de menores infratores. Soubemos que um desses menores, quando abordado pelos policiais, reagiu, borrifando o ácido nos mesmos.
    Três dos policiais tiveram queimaduras graves nos braços e peito.

    ResponderExcluir
  3. Esse negócio de dizer que menor tá ileso, já tá pegando mal.Nda disso.Os menores hoje são mais inteligentes que os velhos. Novo não caduca.

    ResponderExcluir
  4. Gente, vamos cortar isso antes que apareçam mais vítimas.Menoridade?????CADEIRA ELÉTRICA

    ResponderExcluir