Páginas

30 de ago de 2009

MENINA DE 11 ANOS É MANTIDA REFÉM POR ESTUPRADOR COM QUEM TEVE DUAS FILHAS


Jaycee Lee Dugard, tinha 11 anos quando foi apanhada pelo sequestrador perto da sua casa.A ação aconteceu sobre olhares do padrasto.
Ela estava indo tomar condução para a escola, num ponto de ônibus próximo a sua casa na rua South Lake Toho em Placerville, Califórnia, quando foi abordada pelo estranho de 40 anos presumíveis; e atirada dentro de um veículo cinza.Foi conduzida para um lugar desconhecido, até então.
Recentemente depois de 18 anos,chega-se à imprensa mundial o desfecho de uma longa história.

Contra o sequestrador Phillip Garrido, hoje com 58 anos, pesavam sérias acusações relacionadas a sequestro, estupro e aprisionamento.
Certamente ele pensou que o rapto e estupro da garota tivesse caido em extinção. Mas, tudo foi esclarecido quando Garrido foi chamado a depor sobre outros esclarecimentos do passado.A presença de Jaycee na sua companhia foi levantada suspeita vez que muitas reincidências o comprometiam.
Juntou-se a esta dúvida as outras suspeitas.Fortalecido o interrogatório, o culpado admitiu o sequestro em razão do qual se gabou de ter mudado de vida depois de ter conhecido Jaycee com quem tem duas crianças.A primeira com 15 anos quando tinha 14.

Esclarecida a nova culpa, o sequestrador foi condenado. Jaycee encontrou sua mãe, Terry Probyn e o padastro Carl Probyn que julgavam o paradeiro da garota de arquivo morto, consideraram um grande achado.

Nenhum comentário:

Postar um comentário