Páginas

7 de abr de 2011

SERÁ JULGADO MÉDICO QUE MATOU COM ENDOSCOPIA

Dr. Denis Conci-imagem  google
ALERTA

Em maio do ano passado, na cidade de Joaçaba (419 km de Forianópolias SC) o gastroenterologista  Denis Conci Braga, 32 anos, foi indiciado sob suspeita de lesão corporal culposa, depois das mortes de 3 pacientes no ato da intervenção e 4 internados em estado grave.
Segundo o inquérito, a falta do anestésico de spray convencional foi substituido por  Lidocaina  diluida em água e dada aos pacientes para ingerir, mesmo sabendo que o procedimento não era indicado pela bula do anestésico e contrariava as orientações da ANVISA Agência Nacional de Vigilância Sanitária) que abomina  tal ingestão. (Segundo imprensa).    

De acordo com a lógica que imperava, as duas primeiras mortes após exame foram responsabilizadas  no ato pelo Dr. Denis que chegou a ser preso e solto no mesmo dia e, nem sequer "esquentou" a sela.
Além dessas, uma das vítimas que ficaram internadas não resistiu o envenenamento e, quinze dias depois veio a falecer.
Interior da clínica
O Alvará da Clínica de Braga, a época, se limitava ao uso exclusivamente do consultório; os exames e prática de endoscopia era por conta e risco do gastrenterologista.

No auge da repercussão o advogado do acusado não foi encontrado para comentar tal ocorrência. Diante de tudo isso, o médico se ressalvara tentando justificar dizendo que era acostumado a praticar esse tipo de procedimento, sem problema, e que sempre fizera tudo direitinho, como manda a ética. Portanto, sem  nenhuma justificativa convincente deixava no ar, antes das investigações uma enorme interrogação.           
Só agora, depois de uma boa apuração que não parou no tempo nem caiu no esquecimento, o inquérito está aberto, chegando às mãos do Poder Judiciário e, o próximo e último passo é a denúncia  decisiva, do acusado, pelo Ministério Público.

Ilustrações- Google


11 comentários:

  1. J. Antônio disse...
    Se morreram mais de três é pq o doutor incidiu no erro. Me desculpe o advogado do "belo Conci".
    Porque não parou aos primeiros avisos ?

    ResponderExcluir
  2. . Todos estamos expostos RYAN disse...
    Só o que tem é gente esquartejando gente como se bicho fôssemos.KD a chamada ética ?Tem q dá um basta.

    ResponderExcluir
  3. Este comentário foi removido por um administrador do blog.

    ResponderExcluir
  4. Este comentário foi removido por um administrador do blog.

    ResponderExcluir
  5. Esse eh um caso em que o medico nao tem culpa alguma. Lidocaina pode ser usada normalmente, o que pode ter ocorrido eh um erro a nivel de SUPERCONCENTRACAO a nivel laboratorial. Os peritos provavelmente sabem disso, mas quando a imprensa cai em cima meu amigo... o denis eh um excelente medico e professor, a populacao, como voces ai em cima, nao tem a MINIMA nocao medica, por isso voces agem por impulsos e acabam falando coisas sem sentido, ou seja, SEM CONHECIMENTO TECNICO. Penso que o ministerio publico deveria analisar melhor
    esse caso e pesquisar o laboratorio. O vencimento da lidocaina tem prazo critico para ser usado...
    desculpe se falei o que voces nao queriam escutar, mas eu conheco o denis e ele eh um medico muito bom e excelente professor. Antes de voces falarem besteira tenham um poco de conhecimento medico...

    ResponderExcluir
  6. Dra.Marluce D. Alves (Médica e articulista)
    Esse medicamento serve somente para o uso externo.Pode ter havido algo ainda pendente que possa satisfazer a opinião popular.Denis é um bom menino; com certeza vai dar tudo certo.

    ResponderExcluir
  7. Simone Lima disse...

    Eu também conheço o médico (daí de Santa Catarina, gente muito boa). O que dizem aqui acima, com exceção de um, é o mesmo que é sabido e foi concluído pela mídia.
    Se houve negligência, houve; pelo número assustador de mortes, uso por via oral e possivelmente por excesso. (Como a pessoa ai de cima disse, tem que ser levado em conta tudo, até as apurações do laboratório. Parece que é o que resta nas conclusões.
    Conheço também a doutora aqui, do artigo, acima, muito conscienciosa no que escreve. Mediante busca minuciosa ela conclui e até discute previamente, no grupo o qual lidera, sem pretensão de atacar ninguém e, tem nos agradado muito.
    Moro em Belo Horizonte, meu e-mail é: simonefelima@gmail.com
    Obrigada-
    Simone

    ResponderExcluir
  8. Uma pessoa que faz residencia em gastro
    e sem duvida nenhuma MUITO EXPERIENTE. O professor denis sem duvida alguma sabia o que estava fazendo. Ele chegou aonde chegou por merito proprio. Ele e um medico experiente, bom professor e sem duvida nenhuma esta sendo julgado pela MIDIA E PELA POPULACAO que nao tem conhecimento tecnico-cientifico etc. A midia faz o seu papel mas as vezes influencia no julgamento por pressao da populacao. Concluo que no caso denis a midia divia ficar por fora e deixar a pericia e o judiciario julgar. o povao nao sabe aspectos cientificos medicos por isso se desespera e fala besteira!

    Denis, estamos com voce... voce sabe que voce e um bom professor e medico. E voce sabe que voce nao fez nada de errado!

    ResponderExcluir
  9. Eu não entendo como pôde acontecer tantas mortes, um professor-doutor com tanto preparo.Se o medicamento não pode ser usado pela via oral!... Vamos esperar pra ver a conclusão do processo.

    ResponderExcluir
  10. Eu venho acompanhando esse caso com riqueza de detalhes o tempo inteiro; e até extrapolando do assunto em pauta para outros rumos.Sei que nesse blog o que diz é o que gira em torno do assunto, até mesmo sem nenhum invencionismo a mais do que tenho lido em toda parte.(E não seria esse blog o ponto chave de toda ruína).
    Sou médico há 11 anos e já passei por situação politiqueira mas muito longe de chegar no nível dessa.Fui ressarcido com todos os pedidos de perdão.
    Caso o doutor incriminado realmente dever que sejam apurado todos os crimes, devidamente. Se merecer sair dessa, justiça seja feita.
    Torço para o sucesso dele. Eu sei o que ele está passando.Pior, ainda se for injustamente.

    ResponderExcluir
  11. Meu Deus todos aqui pelo visto estao com pena Dr Denis se que pode ser chamado de Dr, mas os que mais sofreram nem estao mais aqui para reclamar, parece que a vida é algo banal, "a morrem tres" isso é Brasil agora queria ver se fosse alguem proximo, queria ver se teria a mesma opniao, se teria sangue frio para falar e sair em defesa do Denis, claro o cara é medico pode tudo ate alterar procedimentos abominados pela anvisa, a mais ele é boa pessoa entao como dizem tudo vai ficar bem, mas bem para quem, so se for para o Denis, realmete é deprimente, lugar de crimiso é na cadeia isso foi na minha apniao atentado contra saude publica. Em outro situacao ele nem estaria mais exercendo a profissao, mas voce que confia segamente nele pede para fazer em voce esse procedimento errado e edpois volta aqui comenta...

    ResponderExcluir