Páginas

21 de dez de 2009

SALÁRIO VAI SUBIR ? DESPESAS TAMBÉM...

( Novidade)

Dizem que salário novo anunciado é preço nas prateleiras dos supermercados dobrado. Aliás, todos os vendedores usam o reajuste como desculpa para justificarem o aumento de seu produto.

O salário mínimo deverá subir de R$ 465 para R$ 510 no ano eleitoral. Um aumento de 9,67%. Hoje, o relator-geral do Orçamento, Geraldo Magela (PT-DF), afirmou que elevou de R$ 810 milhões para R$ 870 milhões a previsão de receitas para aumento do mínimo. O reajuste salarial deverá ser feito por medida provisória, até o final deste mês, para que o novo valor comece a ser pago no início de janeiro. A expectativa é de que seja confirmado o valor de R$ 510. Isso porque o próprio ministro do Planejamento, Paulo Bernardo, já havia informado que o governo poderia arredondar o salário mínimo para facilitar a vida dos aposentados. "Mas a decisão final é do presidente Lula. Só estou dando a garantia de que há orçamento para que o salário mínimo chegue a R$ 510", destacou Magela. (Disse jornal do Comércio)
Na ânsia de render o seu dinheiro, o beneficiário cobra o aumento. Iludido, não pensa que a elevação do salário signifique subida dos preços o que torna tudo como antes, caindo por terra a sua expectativa de vantagem.
                     



Nenhum comentário:

Postar um comentário