Páginas

9 de jul de 2011

ESMOLER RECEBE HERANÇA DO PAI BILIARDÁRIO




Depois da tempestade a bonança, diria Jerry
DO RELENTO AO POMPOSO APOSENTO                 

LIÇÃO_ "Nunca se desespere. O futuro é cheio de surpresas. Algumas agradabilíssimas”.


Todos nós estamos sujeitos a uma reviravolta, em nossas vidas, da noite para o dia.
Podemos dormir rico e acordarmos pobres como aconteceu no início de 1990 no governo Collor. Fomos pego de surpresa enquanto dormíamos e nossas cadernetas de poupança foram confiscadas.
Em contrapartida podemos dormir pobre e acordarmos rico com resultados mirabolantes a nosso favor se ganharmos na loteria ou se também ficarmos rico da noite para o dia a exemplo do que aconteceu com um holandês depois de um exame de DNA. O direito de herança lhe foi concedido em parte embora vantajosa. E, o filho revelado, em meio aos moradores de rua, que vivia na delinqüência e dependência de drogas e passava as noites no relento sob os céus de Amsterdã teve a vida transformada

Jerry descobriu que era milionário depois de ter investigado sua paternidade. Até então, vivia ao Leo sem família como um cão sem dono.
Mal sabia ele, que seus dias de pobreza estavam contados. Foi no ano passado que, ajudado por entidade de direitos humanos descobriu que o chefe de onde sua mãe trabalhava antigamente, tinha por nome o seu sobrenome Alfred e em meio as investigações Jerry ficou sabendo que sua mãe tivera um caso com o finado Alfred Winkler. “Bendita hora!” Disse.
Apesar de único herdeiro, o filho biológico com 99, 999% de aprovação do seu componente genético, pela lei holandesa, não tinha direito de herança quem não fosse registrado como filho pelo pai em vida. Mesmo assim, foi beneficiado com boa parte da herança deixada pelo abastado genitor a uma fundação social de ajuda a carentes que entrou em acordo com o herdeiro também necessitado.
Com um patrimônio avantajado e o nome alterado para Jerry Winkler que, ainda perplexo com tudo o que estava acontecendo sacode a poeira e, dando a volta por cima adentra uma de suas mansões. Troca o vício das drogas pela dependência da bonita namorada que não quis ser fotografada para não dizer que estava querendo dar o golpe do baú.
Com a vida pelo avesso, muito dinheiro no bolso disse em entrevista que “ainda não tinha caído à ficha.
De posse de uma invejável fortuna em seu poder, o ex- pedinte resolve criar também uma fundação para acolher sob um confortável teto quem nunca o teve além de oferecer a garantia de poder contar sempre com um abrigo certo de agora em diante; a quem assim como ele que não tinha e, hoje muito tem; para vender e dar.

3 comentários:

  1. ARISTON-Cabo Verde9 de julho de 2011 09:20

    AI AI AI>>>
    QUE MARAVILHA! È POR ISSO QUE EU NÃO DESESPERO.
    MEUS DIAS DE BAIXO ASTRAL TB. ESTÃO CONTADOS.

    ResponderExcluir
  2. Mulher é o que não vai faltar mesmo.Ôxi...O interesse anda solto.Elas nem olham para a cara só para o bolso.Usando calça não precisa saber quem.Nos tempos de marquise e de abrigo debaixo da ponte, eles eram despercebidos.

    ResponderExcluir
  3. IMAGINEM A SURPRESA DE QUEM MORAVA DEBAIXO DA PONTE E DE UMA HORA PRA OUTRA TRANSFERE RESIDENCIA PARA UM PALACETE? DEVE SER SEM JEITO,NÈ GENTE ???
    O HOMEM É O PRODUTO DO MEIO. P'RA ELE VAI SER DIFÍCIL.

    ResponderExcluir