Páginas

4 de fev de 2010

NOSSO DINHEIRO MAIS BONITO, SEM MISTURA E, EM BOAS MÃOS


Tendo em vista a febre de falsificações de cédulas do real, surgiu a idéia de trocar gradativamente a espécie antiga por outra mais segura. Foi determinado que a partir do mês de abril será a data iniciante, para circular em caráter emergencial, as notas de R$ 50 e R$ 100 pelo fato de pertencerem 95% das fraudes.
O prazo limite para a troca das demais em potencial, é até 2013.
Em tamanhos grandes e pequenos, as notas serão impressas no papel fiduciário como de costume.
A diferença de uma moeda mais segura fica por conta de novos recursos que permitirão desenhos renovados bem como redesenhos com mais precisão.
Serão acrescidos à inovação, elementos sofisticados de alta definição, e no ato de possível recidiva os mesmos ilícitos penais.
Juntando –se a tecnologia ao zelo da segurança pública, o foco em questão, agora se concentra apenas num único ponto como meio de fazer dinheiro. Tudo dentro dos conformes. E, sem essa de fazer parceria com o Tesouro Nacional.

Nenhum comentário:

Postar um comentário