Páginas

15 de jun de 2009

BRIGAS DE CACHORROS GRANDES, FAZEM POR EXTRAPOLAR OS SEUS MILHÕES


Depois de muito padecerem, os pequenos consumidores de Empresas de Telefonia fixa e celular; no empenho de terem reduzidas as suas taxas exorbitantes, assistem agora a vez dos chefões.
Eis que,o feitiço, volta-se contra o feiticeiro. As empresas acostumadas a acumular rios de dinheiro arrancados do bolso da população,querem porque querem redução da taxa de imposto do governo.Alegam a crise econômica, como se fossem defender os seus usuários.Servem-se do suporte de possível chamariz para atraírem atenção.

Tais operadoras se empenharam, literalmente, como gente grande que são.
Apresentaram este mês ao Governo Federal, ao Conselho Nacional de Política Fazendária (CONFAZ) e ao Congresso Nacional uma proposta para baixar os tributos sobre novos Serviços de Telecomunicações,como a banda larga para acesso à internet. Aproveitando a oportunidade vão pedir,além da redução das alíquotas de ICMS o PIS/CONFINS, a taxa de fiscalização (VESTAL) e do Fundo (FUST).
Enquanto eles preparam a lavagem cerebral para manípulo de primeira grandeza, os desfavorecidos, como se vira-latas fossem, aguardam com expectativa à sobra da lavagem e a já famosa desatenção para sobejarem e saciarem a revolta pela iminente diferença de tratamento deles e seus.
Sabe-se que dificilmente a apelação não deixa de resultar em prestabilidade. Acostumados, pois, à lucratividade expressiva, em 2008, as operadoras recolheram R$ 41,1 bilhões em tributos e deste total, R$ 26 bilhões foram para pagar imposto ao governo.Sobraram ainda a bagatela livre, de 15?...Bilhões.

Nenhum comentário:

Postar um comentário