Páginas

21 de jun de 2009

NO EQUADOR, UM LUGAR ESQUISITO ONDE ATÉ OS NOVOS SÃO VELHOS


Nas Costas do Equador um lugar feio e esquisito foi o chamariz de um grupo de pesquisadores da Pensilvânia (EUA).
Diziam que a preferência pelo fato curioso de interesse científico era caracterizado pelo precoce desenvolvimento acelerado das células de todos os seus habitantes.
O espaço equatorial denominado "Valha-me Deus", é onde o fenômeno acontece assinalando a expectativa de vida antes aos 40 e, com cara de 80.A juventude parece que salta o tempo e, 4 décadas são suficientes para atingir a velhice com todas as suas características (careca, desdentado, arqueado, enrugado, pelos despigmentados...)

Os estudiosos tomaram como referência um jovem de 19 anos de idade que a época cursava o colegial, com feições de 42; além de outro; que, recém saído do ensino médio mal havia ingressado no campo de trabalho já tinha (precocemente) cara de aposentado.
Os cientistas julgam as condições climáticas, àgua, alimentação ( em estudo), como possíveis responsáveis pelo caso;apesar de que, na verdade,ainda há muito mistério, em torno do que possivelmente, tenha desencadeado tanto complexo em tais seres humanos.
Enquanto isso, esse lugar é vítima de preconceito de forasteiros que passam por lá e não bebem da sua água nem saboreiam da culinária de seu povo; tais práticas encaradas apenas por estudiosos e curiosos que ali aportam atraídos pelo grande diferencial explícito.
O nome " Valha-me- Deus", tem muito da história de vida de seu povo, talvez, algo condizente com apelação.
É deplorável se vê um povo que não ri, não diverte e 24 horas ocupa de funções pouco remuneradas.
"Valei-nos- Deus"!...

Nenhum comentário:

Postar um comentário