Páginas

24 de jul de 2009

TENTATIVA DE RECUPERAÇÃO DE SARNEY ( O NOVO CHEFE DE ÉTICA É ANTIÉTICO)


O Senador Paulo Duque (PMDB-RJ) é o mais novo eleito para presidir o Conselho de Ética do Senado.
Destemido tenta recuperar a casa; se preciso, abrindo mão da própria bandeira a que empunha.
Tem como proposta,minimizar as denúncias,contra sarney, começando-se por manifestar revide ao povo a quem deve a sua eleição.
Demonstra que,para julgar o companheiro de partido por quebra de decoro, é preciso acusação mais séria do que os atos secretos que contratou parentes, assumiu fantasmas,nomeou neto e centenas de servidores fora da lei...Em suma, julga os atos secretos insuficientes para derrubar alguém.
Ataca o PSOL pelo pecado de insistir na cassação de Sarney e o denigre como partido pequeno.

Considera os jornais,algo falido responsável pela opinião pública, e esta é vulnerável; (capaz de colocar 100 mil pessoas para assistir Madonna)e outro tanto, Roberto Carlos.
As propostas de Duque não justificam o poder que ora tem em mãos.
Com carta branca para fazer do senado o que bem quiser,experimenta imitar Sérgio Moraes (PT- RS) que não deu certo quando também começou "pouco se lixando" para a opinião do povo.
À época, em seu parecer, Moraes tentou absolver Edmar Moreira (Sem partido, MG )envolvido com a questão de ter construído um castelo de rei.
Enfim, Duque (FOTO) não foi feliz quando escolheu Moraes,o defensor do dono "da realeza" para "plagiar".
Exemplarmente, muitos outros que tomaram as rédeas, que não eram suas, já se apearam
do poder.
E isso, tende a se repetir, indefinidamente,quantas forem as vezes que se arremeterem contra quem os elegeu.

Um comentário:

  1. Santa ousadia!!!!!!!!!!!!!
    Esse tal de Paulo Duque não sabe o que faz.Esta nos levando para dentro de um buraco.
    No mínimo estaria com o rabo preso, para defender tanto o seu irmãozinho de partido assim...

    ResponderExcluir