Páginas

27 de set de 2010

EVITE ENTRAR EM FRIA NAS COMPRAS VIA INTERNET

ALERTA
Comprador acomodado? Cuidado com a compra virtual.
Diante das tantas opções e preços tentadores pode-se cair ou não na tentação de comprar o que não existe.
Para começar o alerta, saiba que nem toda loja desse tipo é confiável.
Depois de variados golpes, muitas foram as dicas de segurança.A precaução a seguir tem como base um apanhado nas principais pesquisas de fonte segura:

Verifique os dados do vendedor, evite pagamento antecipado e,em dinheiro, de preferência, use o cartão, não passe dados pelo MSN, skype e similares, verifique se a empresa apresenta sempre número de telefone fixo para contato, confira o CNPJ na Receita Federal e se há reclamações contra a empresa (consultando o nome dela no Google, dentre outras.Fique atento se o produto do seu interesse tiver preços com mais de 25% de desconto comparado ao valor médio do mercado

Mas se o desejo da encomenda duvidosa "falar" mais alto do que a procedência, imprima a página da oferta, os e-mails trocados, o contrato de finalização da compra, as propostas da empresa de prazos de entrega e forma de pagamento.

Mas suponhamos que esses cuidados foram tomados e o produto não veio, o site saiu do ar ou nenhuma resposta foi obtida.Tome as seguintes providências de imediato:

Mande um e-mail para a empresa informando que a entrega não foi realizada ou o problema ocorrido, configurando seu e-mail para ter a confirmação de recebimento.

Se fizer contato por telefone, anote o número ligado, a hora, a pessoa que atendeu, e peça um número do protocolo do atendimento.

Em caso de entrega de objeto diferente do comprado, por exemplo, um tijolo ao invés de um notebook. Faça imediatamente um Boletim de ocorrência na Polícia militar.

Se a compra foi feita por um cartão de crédito que é o meio mais seguro de compras via internet, ligue imediatamente para o cartão e informe que você foi vitima de uma fraude e peça para registrar o pedido de cancelamento da compra. Não se esqueça de pegar o número do protocolo.
                                                                                                      





Após ter toda esta documentação em mãos, procure um advogado de sua confiança que entenda de informática e defesa do consumidor, pois além do conhecimento jurídico é necessário saber rastrear o IP do site ou do email através de ferramentas específicas, bem como outros dados existentes na internet sobre o vendedor. Por sua vez, o advogado irá ajuizar uma ação de danos materiais e morais, caso existam, para exigir o vendedor o cumprimento da obrigação, ou caso não seja possível, o cancelamento da compra com a devolução dos valores pagos.


Em se tratando de fraude, quanto mais rápido acionar a justiça, mais sucesso haverá.
(Ajuda do Advogado Andrey Mendes Santos- especializado em direito do consumidor e empresarial).


2 comentários:

  1. Já entrei no cano uma vez pra não entrar mais. Deu muito esforço pra sair. Cuidado mesmo, gente!!!

    ResponderExcluir
  2. A questão é qual é a empresa que presta na compra pela internet? Vendo nos sites de reclamações, não encontrei uma empresa que não tenha centenas e algumas até milhares de reclamações. Gostaria de comprar vários produtos, mas a dor de cabeça que poderei ter, desanima, atualmente estou preferindo comprar de empresa do tipo dá lá toma cá, pago somente na entrega do produto e se estiver tudo bem.

    ResponderExcluir