Páginas

14 de jun de 2011

CASO ANDRÉ COWBOY_ÚLTIMOS RESULTADOS DO LAUDO NECROSCÓPICO

O TIRO CERTEIRO

DEDUÇÃO CONCLUÍDA DE ACORDO COM  LAUDO

De acordo com os exames feitos no corpo do ex-BBB André Cowboy, foi constatado pela perícia responsável  a distância do disparo que; a pouco menos de 1 metro ocorreu o tiro certeiro (praticamente à queima-roupa).
Família Cowboy
Foi pelo lado da região occipital direita que houve a perfuração balística da nuca. Conclui-se que o vitimado não esboçou reação alguma.Constatou-se ainda que o alvejado não foi torturado pelos algozes por não haver lesão corporal de tortura. Não houve caída do corpo do alto da sua estatura de 1,95. Logo, sem lesão corporal da queda. Tudo indica que o assassinado se posicionou no ato da morte, de joelho ou deitado.Caso o tiro tivesse sido encostado no rosto teria estourado esta parte por eles escolhida em proporções ainda maiores de estrago.
Embora a impressão que se queira passar seja de assalto,está descartado; não só pelo fato de que uma das características da ação de um ladrão é ser um contumaz atirador de frente e outras indicativos constantes da perícia responsável.
Suspeita-se também que os criminosos, no mínimo de dois estivessem de carro e seriam conhecidos daquele local. 
Logicamente, quem não conhececesse àquela estrutura a que o descampado se dispõe, não o  adentraria ao local que poderia ser perigoso para um estranho ao lugar. Imagina-se que, além de quem foi estipulado para matar; outros, conjuntamente, estariam ali para dominar o alvo considerado destemido.(adjetivo que o qualificava).
Segundo emissora de televisão,o que falta avaliar é o número de criminosos e o laudo do projétil único e instalado no crânio.
Em andamento a perícia rastreia cheques emitidos pelo ex- BBB, além  dos parentes que serão ouvidos em função de quem matou ou possivelmente de quem mandou. Na opinião de experts, ninguém vai ali a primeira vez, para matar.


Um comentário:

  1. Essecaso ainda vai dar muito pano pra manga. Quem viver verá.

    ResponderExcluir