Páginas

10 de jun de 2011

PAI MATA FILHO POR ENGANO E SE DESESPERA

BRINCADEIRA DE PAI E FILHO ACABA EM TRAGÈDIA
                                                                                  
ALERTA CONTRA ARMA DE FOGO EM CASA

No Sítio Mocó, zona rural de Arcoverde em Pernambuco, José Celso dos Santos e seu filho Diego Marques Cavalcanti de 16 anos, viviam felizes. A cumplicidade existente entre os dois era como dois velhos amigos.As vezes brincavam de esconde-esconde e outras brincadeiras, enfim, um, não ficava sem a presença do outro.
A fatalidade aconteceu quando o pai tinha certeza de que o filho estivesse na escola.Mas como o herdeiro resolveu chegar mais cedo, por volt das 21h, fantasiado, pretendia pregar uma peça no pai.Chegando em casa pé ante pé, Diego se oculta num recanto da garagem em lugar escuro. O pai pressentindo alguém escondido ali, julgou que poderia ser um ladrão uma vez que não tinha dúvidas da presença do filho, em casa, naquele horário.
No escuro, o jovem pôs-se de cócoras e o pai vendo apenas a sombra armou-se todo de revólver e, apertando o gatilho disparou contra o suposto ladrão. Quando deu conta do engano cometido, sem mais retorno, o pai desesperado entra em pânico.
Em seguida, ficou  isento do crime depois de prestar depoimento, choroso, lamentando tamanho equívoco.
Nem sempre arma de fogo em casa significa segurança. Vamos apoiar a campanha de desarmamento do governo ?

3 comentários:

  1. Isso é que dá.O uso irresnsável de arm de fogo em casa.Poderia ser um assaltante,ou até mesmo, outro da família.
    Depois que atira, tarde demais, dá conta de quem foi.

    ResponderExcluir
  2. Era de causar inveja o amor que um tinha pelo outro! diz jornal de Cariru.Exemplo de amizade que todos deveriam seguir.

    ResponderExcluir
  3. AGORA NO MOMENTO O QUE MAS DOI É A DOR DESSES PAIS JESUS TEM MISERICORDIA E MUITA FORÇA PARA ESSE PAI

    ResponderExcluir