Páginas

16 de jan de 2010

VOCÊ ESTÁ LIGADO NA LEISHMANIOSE ?




ALERTA




Em meio a tantas doenças, a leishmaniose também é outra concorrente para a epidemia em nossos meios. Há casos evidentes em Minas gerais que possivelmente estariam se alastrando para outras regiões.
Conhecida também como calazar ou úlcera de Bauru, esse mal é causado pelos parasitas do gênero Leishmania. São três as suas formas de manifestação – a visceral, que invade os órgãos internos, a cutânea, que se expressa na pele e a mucocutânea, que contamina as mucosas e a pele.
O tratamento controlado é fornecido pelo Ministério da Saúde. A patologia no homem é de difícil diagnóstico, uma vez que é confundida com sintoma de outras doenças. Mas, quaisquer sinais duvidosos é um alarde sobre o qual o médico deve ser consultado:
. Febre prolongada por muitos dias, especialmente à noite.
. Perda de apetite e emagrecimento rápido.
. palidez e fraqueza
. tosse seca
. Com o tempo aumento do fígado e do baço
PREVENÇÃO


Combater focos do mosquito transmissor, denominado de palha ou cangalhinha, de cor amarelada, daí o aspecto de palha de milho.
. Retirar matéria orgânica úmida do quintal (lixo, fezes de cachorro, árvores, folhas )
. Capinar o mato e aparar a grama de casa e de lotes vagos etc
. caso use adubo em hortas, cobrir com uma camada de cal, terra ou lona plástica


ENTENDA COMO SE DÁ A CONTAMINAÇÃO :
O cão contaminado é picado pelo mosquito infectado. O mosquito infectado pica o homem ou outro cão. Picados pelo mosquito infectado, ambos podem se contaminar.


Nenhum comentário:

Postar um comentário